Falhas na marcação e pouca criatividade, Fla sofre na Argentina mas pode reverter no Maracanã

CompartilharFechar Comentários
Time ficou muito exposto na entrada da área e pecou na criação no duelo em Avellaneda

O Flamengo alternou bons e maus momentos na derrota por 2 a 1 para o Independiente em Avellaneda, na Argentina. Apesar de abrir o placar logo no início do jogo, o time de Reinaldo Rueda recuou muito e acabou sofrendo a virada.

Desde o começo, o Rubro-Negro entrou em campo com a proposta de explorar a bola área e foi exatamente aí que saiu o gol. Depois de bom cruzamento de Trauco, Réver aproveitou a liberdade, subiu sozinho para balançar a rede, minutos depois, Juan quase deixou o seu em jogada parecida.

Ao contrário do que deveria acontecer, o gol deixou o Flamengo vunerável, o Independiente foi pra cima e teve facilidade para trocar passes na entrada da área do Rubro-Negro, que sofreu com a falta de proteção dos laterais e espaço entre meias e zagueiros.

Lucas Paqueta Fabricio Bustos Independiente Flamengo Copa Sudamericana 06122017
(Foto: Getty Images)

A proposta do Independiente também estava clara, antes do jogo, os veículos de imprensa na Argentina destacaram a bola no chão como dificuldade da zaga Rubro-Negra, praticamente todas as chegadas e cruzamentos foram por baixo, assim como a jogada do primeiro gol.

O lado esquerdo, com a fragilidade de Trauco na marcação também foi bem explorada pelos argentinos, o jogador Rubro-Negro não conseguiu se encontrar no setor defensivo e sofreu um verdadeiro baile. 

Com o time argentino pressionando, Reinaldo Rueda demorou para fazer algumas alternações, Diego e Everton Ribeiro voltaram a ter atuação bem apagada e deixaram tudo na conta da base. Paquetá, apesar de se apresentar o tempo todo também não esteve bem e Felipe Vizeu não teve muitas oportunidades. 

Diego Independiente Flamengo Copa Sudamericana 06122017
(Foto: Getty Images)

Nem a entrada de Vinicius Junior foi capaz de mudar o panorama do jogo, o menino vinha entrando e colocando fogo nas partidas. Por outro lado, o time do Independiente mostrou pontaria falha, se quisesse poderia ter saído de casa com um placar maior, mas pecou nas finalizações, o que enche o Flamengo de esperanças. 

Para o jogo do Maracanã, Rueda vai precisar ajustar a marcação, para que o Flamengo não sofra principalmente com os contra-ataques e o toque de bola do Independiente, o Rubro-Negro também precisa muito de Diego e Everton Ribeiro, as principais estrelas da equipe fazem a diferença, mas necessitam jogar mais do que estão jogando nesta reta final de temporada.

O Flamengo encara o Independiente na próxima quarta-feira(13), às 21h45, no Maracanã. A partida é válida pelo segundo jogo da final da Copa Sul-Americana. 

Próximo artigo:
De olho no River, Diego Alves volta ao gol do Fla e Jonas ganha oportunidade na vaga de Cuellar
Próximo artigo:
Após polêmica, Henry esclarece comparação entre Messi e Neymar
Próximo artigo:
Leganés x Real Madrid: números, pranchetas e mapas de calor
Próximo artigo:
"Barcelona foi excelente mesmo sem Neymar", diz Willian
Próximo artigo:
Temendo novos problemas, Flamengo pede para que torcida não vá ao entorno do Engenhão contra o River
Fechar