Do 4-1 ao 5-5: assim foi a histórica 'remontada' de CR7 sobre Messi

CompartilharFechar Comentários
Argentino ganhou quatro Bolas de Ouro seguidas entre 2009 e 2012, mas, desde então, o gajo ganhou o prêmio em quatro dos últimos cinco anos

O reinado solitário de Lionel Messi chegou ao fim. Ao menos na Bola de Ouro. Ao menos, também, até a próxima eleição do melhor jogador do mundo. Isso porque, nesta quinta-feira (7), Cristiano Ronaldo enfim alcançou sua quinta honraria e igualou o astro argentino no ponto mais alto do olimpo do futebol.

Não surpreende que o atacante do Real Madrid tenha ganho o prêmio, mas surpreende o seu desempenho nos últimos anos. Em 2009, quando Lionel Messi conquistou sua primeira Bola de Ouro, ele igualou o português, com cada um tendo uma conquista, no entanto, depois, em 2010, 2011 e 2012, o argentino seguiu faturando a premiação, emendando uma incrível sequência de quatro conquistas.

Cristiano Ronaldo, porém, conseguiu se recuperar do 4 a 1 e seu rendimento tem sido espetacular nos últimos anos. O astro luso conseguiu reverter a desvantagem de 4 a 1 para 5 a 5, reinando com autoridade em quatro dos últimos cinco anos.

Cristiano Ronaldo Ballon d'Or

O primeiro desta série chegou em 2013, após uma disputa difícil com o atacante do Barcelona e Franck Ribéry. O gajo teve 27,99% dos votos, contra 24,72% do argentino e 23,36% do francês na disputa. Neste ano, Cristiano Ronaldo alcançou várias marcas históricas, se tornando, por exemplo, o jogador que mais gols marcou na fase de grupos da Champions League: nove tentos.

Em 2014, o astro português voltou a faturar o prêmio, graças a boa parte das conquistas com o Real Madrid: Champions League e Copa del Rey. O gajo teve atuações decisivas em pontos chaves das campanhas, como nas semifinais contra o Bayern de Munique e na disputa doméstica contra o Atlético de Madrid.

Cristiano Ronaldo Euro 2016 European Championships France (Fotos: Getty Images)

2015, porém, não foi o ano de Cristiano Ronaldo, e Lionel Messi voltou a conquistar a Bola de Ouro, abrindo sua vantagem em 5 a 3 na disputa particular. No entanto, o português voltou a diminuir a distância em 2016, tendo a conquista da Eurocopa como uma das chaves para ganhar a honraria. Apesar de quase não jogar a final, por se lesionar, o gajo foi vital na caminhada de seu país rumo ao primeiro grande título internacional, com gols e grandes atuações, sobretudo contra Hungria e País de Gales.

E o empate chegou com a Bola de Ouro agora, em 2017, que talvez tenha sido uma das mais merecidas para CR7. O atacante, afinal, teve uma fase final de Champions League extraordinária, com 10 gols nas quartas de final, semifinal e final. Foram cinco tentos contra o Bayern de Munique, três contra o Atlético de Madrid e dois contra a Juventus na decisão.

Com isso, a balança entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, dois dos melhores jogadores da história do futebol, volta a ficar equilibrada. Resta a nós desfrutar dos dois o quanto pudermos.

Próximo artigo:
Juventus: quando será a estreia de Cristiano Ronaldo?
Próximo artigo:
Mãe de Taison foi sequestrada em Pelotas
Próximo artigo:
Site: por 'resgate de imagem', Brasil pode poupar Neymar de próximos amistosos
Próximo artigo:
Copa América apresenta logo oficial para edição de 2019 no Brasil
Próximo artigo:
Emre Can sobre CR7: “A Juventus já era forte, mas Cristiano melhora qualquer time”
Fechar