Da seleção holandesa à rejeição total no Sporting: a reviravolta na carreira do brasileiro Douglas

CompartilharFechar Comentários
Surpresa de Van Gaal em 2012, zagueiro revelado pelo Joinville está encostado há meses no futebol português


GOAL Por Bruno Andrade

Sneijder, Strootman, Rafael van der Vaart, Van Persie, Robben e... Douglas. Um nome brasileiro chamou a atenção na convocação da Holanda em agosto de 2012 para os confrontos com Turquia e Hungria. Na ocasião titular absoluto do Twente, clube que defendia há cinco temporadas, o zagueiro natural de Florianópolis ganhou a primeira oportunidade na lista de Van Gaal nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Hoje, depois de cerca de cinco anos, está encostado no Sporting, onde chegou até a jogar pelo time B.

Revelado pelo Joinville e com passagem pela Rússia (Dínamo de Moscou, entre 2013 e 2015), Douglas chegou ao futebol português em agosto do ano passado, depois de uma negociação com o Trabzonspor que durou vários meses. A contratação foi um pedido exclusivo do treinador Jorge Jesus, que, aliás, tentou levá-lo para o rival Benfica anos antes. Custou 1 milhão de euros e assinou contrato válido até 2019, com salário anual de 1,2 milhão de euros (R$ 4,4 milhões) e multa rescisória na casa de 45 milhões de euros (R$ 166 milhões).
 
O alto investimento, no entanto, deixou a desejar dentro de campo. Fez apenas sete partidas oficiais, sendo a última delas no dia 4 de janeiro, na derrota por 2 a 1 para o Vitória de Setúbal, pela Taça da Liga. Semanas antes, vale destacar, chegou a representar a equipe B na segunda divisão nacional, na vitória pelo placar mínimo em cima do Académico de Viseu.

Com as aquisições de Jérémy Mathieu, ex-Barcelona, e André Pinto, ex-Braga, além do retorno de Tobias Figueiredo, que estava emprestado ao Nacional, Douglas perdeu espaço de vez na nova temporada. Aos 28 anos, foi riscado de vez dos planos do treinador, não foi inscrito na Liga dos Campeões, teve o perfil apagado do site oficial do clube e, por enquanto, nem sequer tem perspectivas de jogar no Sporting B. Descartou ainda voltar ao Brasil e recebeu sondagens de clubes russos e turcos na reta final do mercado de verão na Europa, mas todas as conversas esbarraram no alto salário recebido em Portugal.

Próximo artigo:
Daniel Nepomuceno planeja deixar a presidência do Atlético-MG na próxima semana
Próximo artigo:
Campeonato Brasileiro 2017: números mais importantes dessa edição
Próximo artigo:
Valverde tem péssima notícia: Jordi Alba desfalca o Barcelona contra o Olympiakos
Próximo artigo:
Financeiramente o Fla tem condições de manter Paolo Guerrero, mas será que vale a pena?
Próximo artigo:
Ter Stegen recebe o Olympiakos no melhor momento da sua carreira
Fechar