Crias da base, Maycon e Pedro Henrique são exemplos de disciplina no Corinthians

CompartilharFechar Comentários
Volante e zagueiro ainda não receberam nenhum cartão até aqui no Brasileirão

Maycon é titular absoluto e participou de todas as 26 partidas do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Substituto imediato de Pablo e Balbuena, Pedro Henrique, por sua vez, esteve em campo em 15 jogos. O que ambos os jogadores revelados nas categorias de base do Corinthians possuem em comum? Ainda não tomaram nenhum cartão na competição.

O volante Maycon é hoje homem de confiança e peça fundamental na equipe de Fábio Carille. O camisa 8, que no ano passado atuou por empréstimo na Ponte Preta e não participou da pré-temporada por estar com a seleção sub-20, precisou só ter sua primeira chance entre os titulares ainda em fevereiro para provar que estava pronto para ser titular do Timão.

Símbolo de disciplina da equipe, Maycon disse que o forte sistema defensivo do Corinthians é um dos fatores determinantes para que ele consiga manter essa postura disciplinar.

“Nossa equipe está sempre muito bem postada, então não preciso fazer faltas desnecessárias. Procuro cercar o adversário e induzi-lo a errar. Às vezes cometo algumas faltas, mas são de jogo. Como nossa linha defensiva está muito bem montada, isso me ajuda a tomar as melhores decisões e evitar fazer faltas bobas. Isso se deve a nossa estrutura defensiva”, afirmou.

“A maioria dos cartões são por faltas em contra-ataques ou em chegadas muito duras. Quando vejo que não vou chegar primeiro que o adversário e que posso fazer uma falta que o juiz pode interpretar como uma para cartão, eu seguro”, completou.

Pedro Henrique Fred Atlético-MG Corinthians Brasileirão 22062016
(Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

O zagueiro Pedro Henrique não é titular, mas já participou de mais da metade dos jogos do Corinthians no Brasileirão e também é outro que mantém o fair-play dentro de campo.

“Para mim, é muito importante. Isso gera menos suspensão e aproveito mais o campeonato. Sobre as faltas é o que sempre falo: ‘ser leal na dividida’. Todo bote que eu dou é sempre visando a bola. Estou muito satisfeito e feliz com meu desempenho. Espero manter ou melhorar essa média quando aparecerem as oportunidades”, ressaltou.

Coletivamente, o Corinthians é o quarto time mais disciplinado do Brasileirão, com 53 cartões amarelos. Apenas Grêmio (52), São Paulo (51) e Flamengo (45) foram advertidos menos vezes. O Timão também teve apenas uma expulsão, do volante Gabriel, na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, no primeiro turno.


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Gols contra pavimentam vitórias importantes de Vasco e Coritiba
Próximo artigo:
Atlético de Madrid promete lutar, mas se preocupa: "temos que vencer três jogos"
Próximo artigo:
Ney manda recado para R10, e diz querer ser um “Messi” para Mbappé
Próximo artigo:
Displicente, porém encantador. Contra o Anderlecht, o PSG deu um recado
Próximo artigo:
Torcida do Barcelona no Camp Nou pediu "diálogo, respeito e esporte"
Fechar