Conheça mais sobre o Atlético Tucumán, adversário do Grêmio na Copa Libertadores

Comentários
O Decano, como é conhecido, vive apenas a sua segunda experiência na competição em 113 anos de existência, mas espera escrever o nome na história

Com 113 anos completados no último dia 21 de maio, o Atlético Tucumán tem motivos de sobra para comemorar: o clube vive a melhor fase da história esportiva. Depois de superar o campeão da Copa Libertadores de 2016, Atlético Nacional. da Colômbia, nas oitavas de final da competição neste ano, o time do norte da Argentina agora está entre as oito melhores equipes do continente e possui no caminho o atual ganhador do torneio e que busca repetir a conquista de 2017, o Grêmio. Conheça mais sobre o Decano.


O TREINADOR


Ricardo Ruso Zielinski Atletico Tucuman 01072017
(Foto: Atl. Tucuman Oficial)

Ricardo Zielinski chegou ao Atlético Tucumán na metade de 2017 e tinha a difícil missão de repetir a campanha do antecessor, Pablo Lavallén, que guiou o esquadrão à primeira participação na Copa Libertadores. Ele não só conseguiu bater tal meta, como superou, ao chegar na final da Copa Argentina 2016/17. A campanha atual na competição internacional é apenas a segunda na história do time, e já é a melhor. No ano anterior, os hermanos caíram no grupo do Palmeiras e conseguiram a terceira colocação, o que os levaram para a Copa Sul-Americana. No torneio do segundo escalão da Conmebol, o Tucumán parou nas oitavas de final, diante do Independiente, também da Argentina.


O DESTAQUE


Sergio Aquino Luis Rodriguez Libertad Atletico Tucuman Copa Libertadores 2018
(Foto: Norberto Duarte/AFP/Getty Images)

Aos 33 anos, o atacante Luis Rodríguez não tem a velocidade e capacidade de decisão individual de antes, que já o levou para a seleção da Argentina em 2009, comandada por Diego Maradona na época. Mesmo assim, La Pulguita, como é conhecido, está no clube de maneira quase ininterrupta há quase 12 anos e é o maior artilheiro da história do Atlético Tucumán, com 122 gols.


PLANTEL COMPLETO


Da lista de 30 jogadores que o Decano apresentou para a fase de grupos, onze atletas não estão mais na equipe: o goleiro Augusto Batalla, os defensores Rafael García, Cristian Villagra, Nicolás Romat e Nahuel Zárate, os meio-campistas Gonzalo Freitas, Francisco Grahl e Alejandro Melo e os atacantes Mauricio Affonso, Ismael Blanco e Hernán Hechalar. Como o regulamento permite apenas cinco trocas e o clube fez oito contratações, três ficaram de fora da lista atual: Mathías Abero, Claudio Pombo e Juan Cruz Kaprof.

Este é o plantel completo do Atlético Tucumán (em itálico, os reforços e em negrito, os que não foram inscritos):

Goleiros: Cristian Lucchetti, Alejandro Sánchez e Franco Pizzicannella.

Defensores: Yonathan Cabral, Andrés Lamas, Mauro Osores, Gabriel Risso Patrón, Franco Sbuttoni, Bruno Bianchi, José San Román e Mathías Abero.

Meio-campistas: Fabio Álvarez, Guillermo Acosta, Rodrigo Aliendro, David Barbona, Tomás Cuello, Nery Leyes, Gervasio Núñez, Juan Mercier e Claudio Pombo.

Atacantes: Leandro Díaz, Luis Rodríguez, Jonás Romero, Javier Toledo, Mauro Matos, Juan Cruz Kaprof e Ricardo Noir.


TÍTULOS


O Atlético Tucumán não tem nenhum título oficial. Sua melhor campanha na liga nacional foi a terceira colocação, em 1979. A maior glória do clube foi o vice-campeonato da Copa Argentina, na temporada 2016/17.

Próximo artigo:
Icardi e torcida fanática da Inter de Milão são exaltados após virada sobre o Tottenham
Próximo artigo:
Liverpool 3 x 2 PSG: Com gol de Firmino nos acréscimos, Reds batem franceses na estreia da Champions
Próximo artigo:
De Gea insinua novo contrato com o Manchester United
Próximo artigo:
Rei dos hat-tricks na Champions , Messi é exaltado após goleada do Barcelona
Próximo artigo:
Messi faz história na Champions League e indica que pode liderar Barcelona de volta ao topo da Europa
Fechar