Calvozzo: Faça história e vá ser feliz, Neymar

CompartilharFechar Comentários
Se pensa em ser realmente importante para uma grande torcida europeia, Neymar precisa ter coragem e construir uma história de sucesso no PSG


GOAL Por Rodrigo Calvozzo  

O mundo da bola parou nesta segunda-feira, após a notícia divulgada pelo nosso antigo colega de Goal , Marcelo Bechler dizer que Neymar teria concordado com a proposta do PSG. Muitos duvidaram, mas se tratando de um profissional como ele, ninguém foi capaz de falar que nada existia. Evidentemente que onde há fumaça, há fogo e desta vez a coisa ficou bem quente para o lado dos parisienses.

Mas afinal de contas, qual será o melhor caminho para o craque da Seleção Brasileira? Por um lado ele pode seguir atuando em um dos principais clubes do mundo, ao lado de um amigo que também considera um ídolo, que é Lionel Messi. Pesa a seu favor também o fato de ter um entrosamento perfeito com Suárez, onde forma o trio MSN, o que é uma tremenda ajuda para quem sonha se destacar cada vez mais no cenário europeu.

Lionel Messi Neymar Luis Suarez
(foto:Getty Images) 

Vale lembrar que Neymar ainda é um jovem atleta e com o tempo a tendência natural é que assuma o bastão de liderança deste time, que em breve perderá nomes de peso como Iniesta e o próprio Messi. Mesmo assim, sem ser "o cara" do time", seus números na temporada não ficam tão longe da referência deste elenco.

Por outro lado, todos sabem que a carreira de jogador de futebol é muito curta. Cada ano é vital para a sua história, então perder tempo é algo arriscado.

Enquanto estiver vivendo na sombra do argentino, Neymar poderá fazer chover, como fez naquele inesquecível confronto contra o PSG, que sempre será o ótimo coadjuvante, nada além disso. Se esse time conquistar todos os títulos possíveis na próxima temporada, serão feitos de Messi e companhia.

Chega um momento da vida de qualquer pessoa que é preciso deixar de ser um menino para se tornar gente grande e entendo que se Neymar sonha em mostrar logo a sua cara, precisa sim rumar para a França.

Messi Neymar Barcelona treino 26 05 17
(foto: David Ramos / Equipa / Getty Images) 

Pesa a favor desta saída a incerteza de como será o trabalho com o novo treinador. E se Valverde resolve escalá-lo em uma função diferente, que não seja a de sua preferência? Duvida que haverá uma chuva de críticas? Duvida que surgirão teorias de que ele estaria forçando uma saída? Entendo que diante do quadro atual, ficar na Espanha se torna um risco muito maior do que seguir para a França.

No PSG Neymar será o cara de um bom time. Terá uma equipe jogando para ele e pensando grande. Nesta temporada o PSG teve uma eliminação traumática, mas não podemos dizer que o time teve um mau desempenho na Champions League. Com os reforços que chegaram, como de Dani Alves, a equipe tende a melhorar, claro considerando que o brasileiro esteja neste grupo. Nenhuma equipe europeia tem tanta vontade de levantar este troféu como o Paris Saint-Germain. Se ele for o protagonista de um título como este é bem provável que peçam para tirar a Torre Eiffel para que seja levantada uma estátua de Ney na capital.

PS Neymar números UCL 2016 / 17

Outro ponto a favor da saída, é que diferente do Barcelona, no PSG Neymar não terá motivos para sentir falta do português, já que diversos brasileiros fazem parte do elenco deste time. Como todos sabem, o ex-jogador do Santos gosta deste tipo de convívio e sem dúvida está sendo colocado na balança neste momento.

Resumindo, se Neymar realmente sonha se tornar ídolo de um grande clube europeu precisa fechar logo com o PSG, pois no máximo será lembrado como aquele que deu sequência a um período mágico de um gênio. Pouco importa que o PSG ainda não tenha história no futebol europeu, vá lá e construa isso ao lado de seus novos companheiros e seja eterno em uma cidade que se chama Luz, não por acaso. Tenha coragem e brilhe!!!


VEJA TAMBÉM:


 

Próximo artigo:
Grohe exalta conquista: "nos eternizamos na história do Grêmio"
Próximo artigo:
Herói, Martín Silva pede que vexame fique no passado, mas ressalta aprendizado
Próximo artigo:
Grêmio 0 (5) x (4) 0 Independiente: Em jogo tenso, Grêmio fatura a Recopa Sul-Americana nos pênaltis
Próximo artigo:
Galo afasta crise, dá show, atropela Botafogo-PB e avança na Copa do Brasil
Próximo artigo:
Martín! Martín! Martín! Goleiro evita vexame (ainda maior) e leva Vasco para a fase de grupos
Fechar