'Schürrle provavelmente assinou pré-contrato com o Chelsea', diz dirigente

Wolfgang Holzhauser, diretor geral do Bayer Leverkusen, acredita que o meia já está acertado com o clube inglês; de Bruyne, que poderia vir em compensação, deve acabar em Dortmund.
O diretor geral do Bayer Leverkusen parece conformado em perder um de seus principais jogadores. Segundo ele, o meia Andre Schürrle, da seleção alemã, já teria um pré-contrato assinado com o Chelsea para a próxima temporada.

Ainda de acordo com o dirigente, uma proposta pelo jogador de 22 anos que tem sido ligado aos Blues está sendo analisada pelos alemães

Holzhauser ressalta que nenhuma decisão foi tomada e que o Leverkusen está avaliando as possibilidades e a proposta em si, mas que um acordo entre jogador e clube londrino já deve estar concretizado à esta altura.

"Andre Schürrle provavelmente já assinou um pré-contrato com o Chelsea", declarou em entrevista à revista Kicker.

"Tudo depende se deixaremos ele ir ou não. Recebemos uma oferta concreta por uma taxa de transferência que estamos considerando. Mas somente o preço não é decisivo. Precisamos ter outras alternativas, que ainda não temos", admitiu.

E uma dessas alternativas citadas por Holzhauser seria a vinda de um jogador que pertence ao clube inglês e está bem perto dos olhos dos dirigentes do Bayer. Segundo boatos na imprensa, Kevin de Bruyne, belga que está emprestado ao Werder Bremen, poderia complementar a transação.

Porém um outro clube alemão parece ter passado à frente do Leverkusen para assinar com o meia.

"Ele ainda tem coisas a resolver com o Chelsea. Parece que há uma oferta do (Borussia) Dortmund relativamente alta para contratar o jogador".

"Mas de acordo com as nossas informações, o Chelsea não quer vendê-lo, só emprestá-lo".