thumbnail Olá,

Brasileiro estava na mira do Chelsea, mas oferta de 35 milhões de euros dos russos venceu a resistência ucraniana em negociá-lo

O técnico do Shakhtar Donetsk, Mircea Lucescu, confirmou, segundo a imprensa internacional, a venda do meia Willian, ex-Corinthians, para o Anzhi Makhachkala, da Rússia, por 35 milhões de euros.

O jogador de 24 anos, que foi grande destaque na boa campanha dos ucranianos na primeira fase da Liga dos Campeões desta temporada, também havia sido pretendido pelo Chelsea e pelo Tottenham, mas a oferta russa foi muito superior.

De acordo com o Sport Express, Lucescu revelou, após um amistoso contra o CSKA, que tentou convencer a Willian a não aceitar a proposta, mas, com o Anzhi disposto a pagar o valor estipulado na cláusula de rescisão do contrato do meia, não havia nada que pudesse fazer para impedí-lo de ir.

"Foi uma decisão pessoal dele e devemos respeitá-la. Sinceramente, tentei conversar com ele sobre o futebol. Acho que foi uma escolha apressada e errada. O Willian é como um filho para mim. Por que ele não me ouviu? Talvez ele tenha sofrido uma pressão muito grande do seu empresário e dos seus amigos. No fim, ele não conseguiu resistir," disse.

Willian é esperado nesta sexta-feira na Rússia, onde irá realizar exames médicos. O contrato deve ser de quatro anos e meio.

Relacionados