thumbnail Olá,

Devido à política de redução salarial, o atacante está com um pé fora do clube

O diretor executivo do Flamengo, Paulo Palaipe, revelou nesta terça-feira que o clube carioca está prestes a ter mais um desfalque. Devido à nova política de redução na folha salarial, o atacante Liedson deve deixar o time em breve.

"Esta situação do Liedson está dentro da política de cortar os altos gastos no futebol. Ele tem um salário muito alto e não queremos isso. Estamos definindo a situação do jogador junto com seu empresário e em breve falaremos mais sobre o caso", afirmou.

Palaipe ainda disse que Ibson também poderá sofrer o mesmo processo que Liedson em função de seus altos salários. O volante recebe cerca de R$ 350 mil por mês e a diretoria acredita que seu rendimento em campo não justifica tais gastos.

"É essa a política também, mas como não tem nenhum clube interessado, ele segue treinando. Tendo alguma oportunidade de negócio, realmente vamos avaliar. É um salário muito alto", argumentou.

Relacionados