thumbnail Olá,

Presidente do clube paulista, Juvenal Juvêncio, afirmou que o São Paulo está fora do negócio

A novela Vargas parece perto de um final, e não é feliz para o São Paulo. Depois de negociar com a jogador a meses, o presindente Juvenal Juvêncio afirmou que o Napoli foi além do que poderia e que a equipe paulista não negocia mais pelo jogador. Com a desistência do São Paulo, o caminho parece livre para o jogador acertar com o Grêmio.

"Nunca vi um leilãotão despudorado. Eu achei que só nós, brasileiros, fazíamos isso, mas descobri que somos crianças de escola. Mandei parar com isso. Nesses termos não há mais conversas", afirmou o presidente do tricolor paulista ao GloboEsporte.com.

A gota d'água parece ter sido mesmo uma última cláusula, que permitisse o clube italiano chamar Vargas do empréstimo a qualquer momento, sem devolução do dinheiro investido pelo clube paulista:

"Ainda assim eu cedi, veja minha posição frágil, mas desde que eles devolvessem o dinheiro. Só que não, o dinheiro desaparecia. Assim não era possível", afirmou Juvenal.

Sem contratar Vargas, o São Paulo afirma não ter um plano B e indica que equipe para a disputa da Libertadores é esta que já está treinando:

"Não tínhamos um plano B, é difícil agora, não posso fazer milagre. O Vargas era um jogador que queríamos, tive uma decepção, mas no futebol podem aparecer algumas coisas. Devemos começar o ano com o que temos, e confiamos neles", completou.

Vários meios italianos já davam certo o acerto entre Vargas e o Grêmio durante todo o dia de hoje, e agora com a desistência do São Paulo, o destino do jogador deve mesmo ser Porto Alegre.

Relacionados