thumbnail Olá,

Técnico italiano não deve receber carta branca para reforçar os atuais campeões da Premier League, atualmente na vice-liderança da competição

EXCLUSIVO
Por Greg Stobart - Goal.com Reino Unido

O dinheiro não vai ajudar o técnico Roberto Mancini a dar uma reviravolta na situação do Manchester City, eliminado da Champions League e vice-líder da Premier League, com uma desvantagem de sete pontos para o rival United. Conforme o Goal.com Reino Unido conseguiu apurar, o italiano não deve receber carta branca para sugerir contratações de peso para janeiro, quando reabre a janela de transferências internacional.

O trabalho do treinador, apesar do título inglês conquistado no último ano, não vem sendo bem visto pelos donos dos Sky Blues, insatisfeitos com o rendimento atual da equipe e mais um vexame no cenário europeu. Mancini deve buscar alternativas mais viáveis no mercado, ou mesmo aproveitar as peças que estão à disposição no elenco atualmente: no último período de transferências, o clube trouxe cinco jogadores, entre eles o brasileiro Maicon, o sérvio Nastasic e o espanhol Javi García.

Uma dessas opções pode ser o meia Isco, do Málaga, que tem cláusula de rescisão estipulada em 17,5 milhões de libras (R$ 58 milhões), valor dentro das possibilidades do clube inglês. No entanto, com a possível renovação de contrato do espanhol, o City precisará agir rápido, se não quiser desembolsar um valor ainda maior pelo jogador.

Relacionados