thumbnail Olá,

Em conversas por telefone, o Milan descartou a inclusão do goleiro titular da Seleção no acordo e exigia o pagamento integral em dinheiro

O Santos queria repatrir Robinho, comprando os direitos econômicos do atleta. Para isso, o clube queria enviar dois representantes à Itália para conversar com os dirigentes do Milan. Odílio Rodrigues, vice-presidente santista e um membro do Comitê de Gestão viajaram para a cidade italiana de Milão.

Rafael, goleiro da Seleção Olímpica, poderia ser incluído para amortizar o custo que Robinho teria. A diretoria acredita que, incluindo o arqueiro, teria que desembolsar mais 4 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões).

Em relação aos vencimentos, o time da Vila Belmiro já teria seus parceiros definidos, bem como a ação de marketing explorando a marca "Meninos da Vila", que juntaria 3 gerações formadas no clube: Victor Andrade, Neymar e Robinho. Segundo o site globo.com, nas conversas por telefone, o Milan descartou a inclusão do goleiro da Seleção no acordo e exigia o pagamento integral em dinheiro, possiblidade inviável para o Peixe.

Com a reviravolta nas conversas entre o fim da tarde deste domingo e início desta segunda-feira, o clube avaliou como perda de tempo e dinheiro enviar representantes a Milão e cancelou a viagem. Pelo fato de o Milan dificultar a negociação por empréstimo, ainda que com opção de compra no final do vínculo, dirigentes do Alvinegro já mostram pessimismo com a transferência.


"O jogador quer voltar, mas com essa pedida deles, ficou muito distante. Só se tiver alguma mudança", diz um cartola santista.

Além de toda a dificuldade imposta na negociação pelo Milan, o Santos ainda tem o tempo contra, já que a janela para transferências internacionais se encerra nesta sexta-feira (dia 20 de julho).

Robinho tem contrato até 2014 com o Milan e não deve poder tornar realidade neste ano o sonho de encerrar a carreira no Peixe. A amigos, o jogador já disse que quando retornar para a Vila Belmiro tem o desejo de fazer um contrato de cinco anos e pendurar as chuteiras com a camisa do Santos.

Atualmente, Muricy Ramalho conta com Dimba, Geuvânio, Victor Andrade, Neymar e Miralles como opções para o ataque santista. Apesar de meia, João Pedro também já treinou como jogador desta posição.


Relacionados