thumbnail Olá,

Brasileiro está em Paris para negociar transferência para o rico clube francês

Por Robin Bairner e Elia Raimondo

O zagueiro do Milan, Thiago Silva, está na França para discutir uma possível transferência para o Paris Saint-Germain, como apurou o Goal.com.

O brasileiro é visto como um dos jogadores extraordinários de sua posição no mundo e atraiu a atenção do PSG de Carlo Ancelotti, que está ansioso para reforçar sua retaguarda, enquanto tenta se estabelecer como uma superpotência no cenário europeu.

Uma fonte próxima ao Milan disse ao Goal.com: "O Milan deu a Thiago Silva a permissão para falar com o PSG, mesmo que o negócio não seja certo ainda".

A informação do interesse do PSG foi confirmada por Leonardo, que disse ao jornal L'Équipe: "Nós vamos ver com Thiago Silva...mas não será fácil!"

Mesmo que o zagueiro esteja em Paris, os clubes ainda estão longe de uma possível transferência. O PSG quer oferecer 40 milhões de euros pelo defensor, mas os italianos colocaram seu preço em 50 milhões de euros.

O empresário do jogador, Paulo Tonietto, porém, admitiu que a transferência é possível ao RMC: "Eu sei que o PSG está muito interessado em Thiago Silva, mas no momento o jogador é rossonero. Por outro lado, tudo é possível".

O Manchester City registrou interesse no jogador em maio, oferecendo jogadores como Carlos Tévez para fechar o negócio, mas o time rossonero rejeitou a transação por querer o valor inteiro em dinheiro para liberar o jogador. Enquanto isso, o Barcelona não parece disposto a pagar o que o Milan quer.

Este interesse inglês provocou uma resposta rápida do defensor, que afirmou que permaneceria em San Siro, mas a tentativa séria do PSG lhe atraiu a ao menos discutir o projeto da equipe francesa.

Com os problemas financeiros do Milan, o clube está preparado para liberar um de seus principais jogadores, mesmo que existam rumores de que o clube pode ganhar um investidor em Sheik Al Maktoum.

Se o árabe injetar dinheiro no clube, comprando 25% da instituição, a postura rossonera mudaria drasticamente e o brasileiro não seria vendido. Mesmo assim, o atual proprietário, Silvio Berlusconi, é contra vender uma parte tão grande do clube, o que pode facilitar a transferência de Thiago Silva a Paris.

Relacionados