thumbnail Olá,

Presidente diz que contratação do meia está além das possibilidades do Grêmio; Hernane, do Mogi Mirim, está descartado

O suposto interesse do Grêmio no meia Diego Souza não deve passar do campo das ideias. O presidente tricolor, Paulo Odone, afirmou que o clube não tem condições de bancar os R$ 6 milhões de multa rescisória do jogador, e não acredita que conseguiria um parceiro para viabilizar a compra.

"Muito difícil [a contratação], tem um contrato com o próprio Vasco que não tem valor de mercado para a gente investir. Um jogador de 28 teria de ser apenas o clube, sem contar com investidores. Isso está fora de nossos limites", disse. As falas estão no Zero Hora.

Após o anúncio do lateral Tony, nessa terça-feira, reforçar a equipe não é um assunto muito popular nos bastidores do clube gaúcho. O mandatário disse que não existe interesse em Hernane, vice-artilheiro do Campeonato Paulista com o Mogi Mirim.

"Isso foi um fogo de palha que o jogador plantou durante uma entrevista. Nunca teve nada. Não estamos interessados no jogador."

"Queremos dar opções para o treinador na equipe toda, temos conversado muito com o Luxemburgo e ele quer firmar ainda mais o grupo. Nada que estamos vendo não está afinado com o treinador", concluiu Odone.

Diego Souza atuou pelo Grêmio em 2007, trazido por empréstimo junto ao Benfica. O meia logo caiu nas graças da torcida, sendo importante no título do Campeonato Gaúcho e na campanha de finalista da Copa Libertadores daquele ano. Sem conseguir prorrogar o vínculo, o Palmeiras acabou surgindo e comprou o jogador do clube português no início de 2008.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.

Relacionados