thumbnail Olá,

Meio-campista mostrou conhecimento sobre o clube que deve defender a partir de junho

Zé Roberto não chegará ao Grêmio sem conhecer a realidade do clube. Em entrevista ao site Globoesporte, o meio-campista mostrou conhecimento sobre o momento e a história do Grêmio e disse estar ansioso para ver uma 'avalanche' da torcida para comemorar um gol seu.

"Estou muito feliz por poder voltar ao Brasil e jogar em grande clube. O Grêmio me apresentou um projeto audacioso. Formar uma equipe para ser campeã brasileira, classificar à Libertadores e ser campeão da América. Sonho com isso na Arena, a Bombonera brasileira, e uma Avalanche em comemoração a gol meu", disse o jogador, em declarações publicadas no site Globoesporte.

"Fiz um pouco de pesquisa, mas falei com Emerson (atual auxiliar de Luxemburgo e ex-companheiro de Seleção e de Bayern Leverkusen e Bayern de Munique) muito antes de assinar. Ele conhece muito bem, começou a carreira aí. Me falou que tem esse projeto, a ambição é grande. Gilberto Silva foi meu parceiro na Seleção. O Jonas (ex-Grêmio e atualmente no Valencia) me telefonou quando ficou sabendo. Jogamos juntos no Santos. E ainda o Marquinhos (colega de Bayern Leverkusen). Sei que a torcida é como se fosse o 12º jogador em campo. Incentiva muito. Ajuda. Estou ansioso para ver a torcida de perto, fazer um gol e ver a avalanche. Isso me arrepia", afirmou.

O jogador ainda comentou sobre sua rotina de treinos no Qatar, lembrando que contratou um preparador físico pessoal para manter o ritmo de trabalho dos tempos de Europa.

"Treino todos os dias. Uma carga mais baixa do que no Brasil. O clima aqui é muito quente. No alto verão temos quase 50ºC. Meu time tem o Silas (ex-técnico do Grêmio), então, tem um período de treino mais com cara de Brasil. Cheguei ao Qatar há nove meses. Fiquei 12 anos na Alemanha. A carga de treino era baixa, descobri em pesquisa. Então, contratei um preparador físico particular. Ele mora aqui há muito tempo. No clube é à tarde, na manhã, estou com ele. Trabalho força e resistência. Com isso, consigo manter o ritmo da Europa. O calor é tanto que perco de 4kg a 5kg em cada treino. Tenho de ter uma disciplina alimentar para recuperar o peso rápido", concluiu.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.

Relacionados