thumbnail Olá,

Negociação teria sido feita pelo presidente Luis Álvaro, o que geraria o rompimento do jogador com o empresário

De acordo com o jornal Estadão, o Santos fechou a saída de Neymar para o Barcelona. O jornal afirma que o atacante se apresenta em janeiro de 2013 na Espanha. O Santos teria dirigido a negociação sem consultar o empresário do atleta, Wagner Ribeiro, e convenceu o jogador e seu pai a se juntarem ao Braça. Neymar só precisaria acertar seu salário com o clube espanhol.

Segundo o site do Estadão, o Santos vai embolsar bem mais do que os 45 milhões de euros (R$ 104,8 milhões) estipulados pela multa rescisória. O valor negociado seria de 60 milhões de euros (R$ 139,8 milhões).O presidente do clube praiano teria participado de toda a negociação com os espanhóis.

O Real Madrid era uma das opções do atacante brasileiro e alguns meios de comunicação já davam como certa a chegada de Neymar ao Santiago Bernabéu. Porém o destino de Neymar, aparentemente, é o Camp Nou. O patrocínio esportivo dos clubes teria influenciado na decisão.

A reviravolta na negociação não atingiu apenas o clube merengue. A venda provocou o rompimento entre o atacante e Wagner Ribeiro. Wagner, que tem bom relacionamento com o presidente Florentino Perez, queria ver Neymar na capital da Espanha. Diante do novo panorama, o empresário comunicou, nesta semana, ao pai do garoto que era melhor cada um seguir o seu caminho. Wagner não negocia mais por Neymar.

Neymar já tinha uma negociação com o clube merengue, como afirma o Estadão. Depois do amistoso que o Brasil contra a Alemanha, o agente e o pai de Neymar passaram alguns dias em Madri e fecharam um acordo com Florentino que o jogador se incorporaria ao elenco depois da Olimpíada de Londres. No trato, Neymar receberia 5 milhões de euros pelo contrato e ficaria com 100% do montante que entra de seus patrocinadores antigos. Com os novos patrocinadores, os valores seriam divididos em partes iguais entre ele e o clube madrilenho. No Santos, Neymar recebe 70% do dinheiro dado pelos patrocinadores.

Porém, de acordo com o Estadão, toda a negociação de Neymar com o Real não vale mais nada. No contrato do Barça com o jogador, o clube também se compromete a vir ao Brasil ano que vem para enfrentar o Peixe num amistoso que fará parte das celebrações de seu centenário.

 

Relacionados