thumbnail Olá,

O clube acusa policiais militares e seguranças do Morumbi por agressão e ameaças

O Tigre apresentará nesta quinta-feira uma denúncia oficial à Conmebol pelas supostas agressões de policiais militares e seguranças do Morumbi contra sua delegação na final da Copa Sul-Americana, vencida pelo São Paulo no dia 12 de dezembro.

O time argentino não voltou para o segundo tempo da partida, alegando um confronto durante o intervalo que deixou vários atletas e membros da comissão técnica feridos. Após a recusa de retorno ao gramado, o final da partida foi decretado e o título ficou com o São Paulo, que até então vencia por 2 a 0.

Néstor Benítez, porta-voz da Conmebol, fez um pronunciamento onde afirmou que "a confederação está investigando como deve este caso que causou tanto prejuízo ao futebol sulamericano. É preciso agir com prudência para tentar reunir todos os elementos de julgamento sobre este grave fato".