thumbnail Olá,

Mesmo após derrota, técnico alvinegro disse que vai insistir com atacante recém-contratado

Na derrota por 2 a 0 do Botafogo para o Palmeiras, pela Sul-Americana, o atacante Rafael Marques acabou sendo um dos alvos da irritação da torcida com o time, situação que conheceu pela primeira vez desde sua estreia recente com a camisa alvinegra. Na visão do técnico Oswaldo de Oliveira, essa situação precisa mudar, já que o atleta precisa de apoio para conseguir se adaptar melhor ao elenco e ao sistema de jogo da equipe.

O comandante ainda eximiu o recém-chegado pelo fato de ainda não ter balançado as redes.

"Quanto menos apoio ele tiver, mais tempo vai levar para se integrar. A estratégia tem de ser mudada, tem de apoiar. Ele não vai embora, vai ficar e vai jogar até o fim do ano. É bom jogador, tem mostrado isso, não é possível que não vejam. A jogada que criou não é de jogador qualquer. Se for estimulado, tenho certeza que vai jogar rapidamente", falou o treinador, conforme reproduzido no Terra.

"Qualquer atacante perde gol, Barcos foi criticado por não fazer também. Peço paciência ainda. É um grande jogador, vai fazer os gols. Criou, jogou bem, só não fez o gol. É coisa de atacante."

Oswaldo citou Elkeson e lembrou que a situação ainda pode mudar.

"O Elkeson fez três gols, agora não faz mais e está errado? Fica difícil. Se virmos as coisas com mais firmeza... Tudo tem início, meio e fim", finalizou.

No sábado, o Bota volta a campo pelo Brasileirão diante do Atlético-GO, no Serra Dourada, a partir das 18h30m.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados