thumbnail Olá,

Titular da Seleção Brasileira na Copa das Confederação, jogador do Bayern de Munique fala de objetivos para temporada

Por Tiago Domingos (@TiagoDomingos)

Muitos tacharam Luiz Felipe Scolari de preciosista quando exigiu que Luiz Gustavo se apresentasse à Seleção Brasileira dias antes da Copa da Alemanha. O Bayern de Munique lutou para contar com o atleta, mas a CBF fez valer o seu direito. A resposta do treinador veio no time que foi campeão da Copa das Confederações: o volante foi titular e um dos mais eficientes em campo.

De férias no Brasil até domingo, quando volta para se reapresentar ao seu clube, Luiz Gustavo foi recebido com festa na sua cidade natal, Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. Entre o descanso com a família e uma viagem para Fortaleza, ele conversou com Goal e falou sobre seus objetivos para a temporada, que termina com a Copa do Mundo.

“O objetivo maior é ser campeão do mundo. Mas para isso acontecer preciso estar muito bem focado no trabalho em meu clube. Estar concentrado e trabalhando firme todos os dias para conquistar títulos no Bayern e consequentemente na Seleção”, disse o jogador.



Mesmo com a titularidade na campanha vitoriosa com o Brasil, o volante mantém a humildade e conta que ainda luta por um lugar ao sol no time de Felipão.

“Como eu costumo sempre falar, não existe jogador que tenha contrato com a Seleção. Por isso temos que estar bem sempre. Reconheço que este grupo que venceu a Copa das Confederações já sai um pouquinho na frente, mas ninguém está garantido para o Mundial.”

Apesar de ter sido chamado pela primeira vez na época de Mano Menezes, Luiz Gustavo só se firmou na Seleção com a presença de Scolari. Coincidência ou não, o time melhorou nesta transição. O atleta, no entanto, prefere fugir da polêmica quando perguntado sobre a evolução de uma equipe que saiu de desacreditada para campeã de um torneio Fifa.

“Cada treinador tem seu estilo de trabalho, sua filosofia. São trabalhos diferentes, não dá pra comparar.”



O brasileiro se apresenta ao Bayern de Munique na próxima semana e terá uma grande novidade: Pep Guardiola no comando. Mas Luiz Gustavo não se deslumbra. Depois de uma temporada multicampeã, ele acredita que o time precisa se manter na mesma rota para vencer os obstáculos que o time alemão terá em 2013/2014.

“Os desafios continuam os mesmos. Temos que conquistar tudo que conquistamos na temporada passada e ainda mais o Mundial de Clubes e a Recopa da UEFA, contra o Chelsea”, resume.

Aos 25 anos, o volante vai para a sua sétima temporada no futebol europeu e busca conquistar o carinho do torcedor brasileiro, da mesma forma que conseguiu com os fãs bávaros. Os títulos ajudaram na Alemanha e pode ter o mesmo efeito na Seleção. O primeiro passo foi dado com a Copa das Confederação. Falta, agora, a Copa do Mundo.

Relacionados