thumbnail Olá,
Atlético-MG 1 x 1 Tijuana – Os melhores momentos da dramática classificação do Galo para a semifinal da Libertadores

Atlético-MG 1 x 1 Tijuana – Os melhores momentos da dramática classificação do Galo para a semifinal da Libertadores

Getty

Próximo adversário do time mineiro será o Newell's Old Boys. Partida de ida só acontecerá após a Copa das Confederações, no dia 3 de julho, na Argentina

POR FERNANDO H. AHUVIA

Não foi fácil, mas o Atlético-MG está nas semifinais da Copa Libertadores da América. Após empate por 2 a 2 no México, o Galo segurou o 1 a 1 com o Tijuana, nesta quinta-feira, no estádio Independência, e se garantiu na próxima fase graças aos dois gols marcados na casa do adversário.

Riascos abriu o placar para os Xolos, mas Réver igualou o marcador ainda na primeira etapa. No último minuto, Victor se tornou o grande herói do Galo ao defender cobrança de pênalti de Riascos. Confira os melhores momentos da sofrida classificação do time mineiro:

TORCIDA FAZ GRANDE FESTA E EMPURRA O GALO

Como prometido, a torcida atleticana deu mais espetáculo na Arena Independência. Os cerca de 20 mil torcedores que compareceram ao estádio fizeram uma bela festa desde o início da noite.

Além das máscaras da ‘morte’, o time comandado por Cuca ainda foi recepcionado com um belo mosaico no anel inferior. Nas laterais, a palavra “Vencer” podia ser lida em preto e braço, enquanto atrás do gol o mascote do clube era exibido.

TIJUANA SURPREENDE

Logo nos primeiros minutos da partida, o torcedor atleticano percebeu que o confronto não seria tranquilo. Apesar do técnico Antonio Mohamed ter optado pela escalação do defensor Ortíz na vaga do atacante Martínez, o Tijuana não se encolheu no seu campo e deu trabalho para o time do Galo desde os primeiros minutos.

Com uma marcação forte nos homens de frente do Atlético-MG e apostando na saída veloz dos laterais, os Xolos dominaram o primeiro tempo e saíram na frente com Riascos, aos 25 minutos. O atacante recebeu ótimo cruzamento de Nuñez e finalizou de primeira para o fundo da rede.

GALO CONSEGUE O EMPATE ANTES DO INTERVALO

Precisando empatar a partida, o Atlético-MG mudou de postura e partiu pra cima do Tijuana. Se não estava conseguindo ser superior na técnica, o time mineiro usou a raça e a vontade para superar o jogo pegado. Marcos Rocha, Diego Tardelli e Bernard tiveram pelo menos uma chance cada para empatar, mas acabaram desperdiçando.

Quase no final da primeira etapa, aos 40 minutos, Ronaldinho Gaúcho cobrou falta da esquerda em direção a área e Réver, de canela, empatou o jogo.

VICTOR: O HERÓI DA CLASSIFICAÇÃO

O Tijuana voltou do intervalo com o atacante Martínez na vaga do zagueiro Ortíz, mas foi o Atlético-MG quem iniciou melhor o segundo tempo. Melhor postado em campo, o time de Cuca teve algumas oportunidades para virar o duelo, mas acabou desperdiçando.

Aos poucos, os Xolos melhoraram e voltaram a ditar o ritmo do jogo. Foi aí que começou a aparecer o grande herói da classificação do Galo, o goleiro Victor. Aos 24 minutos, o camisa 1 salvou a equipe em finalização de Piceno. Minutos mais tarde, Arce, de falta, acertou o travessão.

Nos minutos finais, Luan perdeu grande chance de definir a classificação. Já nos acréscimos, Leonardo Silva derrubou Aguilar dentro da área e o árbitro marcou pênalti. A apreensão tomou conta do Independência, mas quando Victor defendeu a cobrança com o pé direito, a torcida respirou aliviada e foi ao delírio com a confirmação da classificação.

Relacionados