thumbnail Olá,

Uma análise dos volantes e meias de Borussia Dortmund e Bayern de Munique, que tem papel crucial nos esquemas de Klopp e de Heynckes.

Por Matheus Quelhas

Com esquemas fluidos, intensa movimentação e marcação praticada por todos os jogadores em campo, fica difícil estabelecer as posições exatas dos jogadores tanto do Bayern de Munique do técnico Jupp Heynckes quanto do Borussia Dortmund de Jürgen Klopp.

Mas o Goal.com fez um forcinha, enquadrou os que mais se aproximam das funções de meio-campista e analisou cada um, fazendo um breve histórico de sua carreira até a final da Champions que se aproxima, suas características mais marcantes e principalmente seu potencial decisivo, que pode fazer a diferença em Wembley. E qualidade é o que não falta em ambas as partes. Confira o resultado e conheça um pouco mais dos meias e volantes dos finalistas da competição mais disputada do mundo.

Javi Martínez
Bender

Espanha PAÍS
Alemanha
24 IDADE
24
1,90m ALTURA
1,85m
10 JOGOS
10
0 GOLS
0
4 CARTÕES AMARELOS 2

Javi Martínez

Em sua primeira temporada no Bayern de Munique, Javi Martínez definitivamente mostrou a que veio. Contratado junto ao Athletic Bilbao no último verão europeu pela quantia de 40 milhões de euros, o volante assumiu o posto de titular ao lado do ídolo Schweinsteiger.

Tido como uma das últimas grandes revelações da Espanha, aos 24 anos ele já tem o currículo recheado de conquistas, entre elas a Copa do Mundo de 2010 e a Eurocopa de 2012. Por isso, é um dos pilares do meio de campo bávaro e aliando força e velocidade é com frequência o responsável por dar início aos contra-ataques mortais do Bayern, desarmando adversários ou interceptando passes. Assim como seu companheiro de meio, sua principal qualidade é o passe, além dos desarmes.


Sven Bender

Você pode ter aquela sensação que, apesar de não lembrar, conhece o volante do Borussia de algum lugar. E de fato, pode estar certo, já que Lars Bender, seu irmão gêmeo, atua pelo Bayer Leverkusen e faz tanto sucesso quanto o irmão, atuando na mesma faixa do gramado, ligeiramente mais ofensivo.

Fato é que personalidade e raça é o que não falta para Bender. Há duas temporadas atrás, aos 20 anos, ele foi contratado quando o Borussia Dortmund tinha o experiente Sebastian Kehl, de 29, como titular em sua posição. Mas devido a sua rápida adaptação e boas atuações, acabou participando de um total de 31 jogos no campeonato nacional, ajudando o clube a conquistar o troféu da Bundesliga - que não vinha havia sete anos.

Convocado para a seleção alemã desde as categorias de base, Bender alia muita força física com precisão na cobertura do lado esquerdo do time, povoado também por Reus. Em 31 jogos na atual temporada, foram apenas três cartões amarelos.

Schweinsteiger
Gündogan

Alemanha PAÍS
Alemanha
28 IDADE
22
1,83m ALTURA
1,80m
11 JOGOS
11
2 GOLS
0
4 CARTÕES AMARELOS 2

Bastian Schweinsteiger

Poucos jogadores desfrutam do prestígio de Schweinsteiger no futebol europeu. Aos 28 anos, ele é hexacampeão da Bundesliga, pentacampeão da Copa da Alemanha, chegando também a dois vice-campeonatos europeus nas três últimas temporadas - isso para ficar somente na esfera dos clubes, onde ele vestiu só uma camisa: a do Bayern de Munique.

Versátil, as qualidades do volante são muitas: além de implacável na marcação, ele é exímio lançador e finalizador de fora da área, especialista em cobranças de falta e pênalti. Um de seus gols na competição, na goleada por 6 a 1 sobre o Lille, saiu justamente na bola parada; o outro, aparecendo na área para fazer a ultrapassagem e chutar cruzado.

As duas assistências nas quartas de final contra a Juventus (uma em cada duelo) não deixam dúvidas que Schweinsteiger é um dos principais jogadores do Bayern, e se não for vigiado de perto tem tudo para decidir em Wembley.


Ilkay Gündogan

Após uma boa temporada no Nuremberg, Gündogan desembarcou em Dortmund no verão europeu de 2011, e sua primeira convocação para a seleção alemã veio no mesmo ano, em amistoso contra o Brasil. Mas apesar das boas credenciais, o meio-campista acabou sendo pouco aproveitado em sua primeira temporada.

Já este ano, Gündogan vem fazendo uma campanha de afirmação e dos 12 jogos do clube na Champions League, foi titular em 10 e só não atuou em um. Mais ágil e veloz que Bender, o jogador atua na cobertura de Blaszczykowski e tem a função de equilibrar o meio de campo do Borussia. Apesar de não ter marcado na competição, ele é autor de três gols na Bundesliga e pode aparecer como elemento surpresa, auxiliando Mario Götze na armação da equipe.



Ribéry
Reus

França PAÍS
Alemanha
30 IDADE
23
1,70m ALTURA
1,80m
11 JOGOS
12
1 GOLS
4

Franck Ribéry

Destaque do Bayern, Ribéry sem dúvida é um dos jogadores que mais preocupa o técnico Jürgen Klopp. Atuando pelo lado esquerdo de ataque, forma junto com Robben as válvulas de escape do time de Munique, além de ter participação ostensiva na marcação dos laterais adversários, impedindo que eles atuem livremente.

Com "apenas" um gol marcado no torneio e duas assistências, seus números podem enganar, mas se trata de um dos meias mais participativos no esquema do Bayern. Auxiliado pelas subidas de Alaba e Schweinsteiger, Ribéry participa da maior parte das jogadas de gol e é também cobrador de faltas e de escanteio.

Aos 30 anos e no Bayern desde 2007, Ribéry já conquistou o campeonato alemão três vezes, mas amarga duas derrotas em final da Champions, e fará de tudo para levantar o troféu, desta vez em Wembley.

Marco Reus

Na artilharia do clube no ano, Reus só está atrás de Lewandowski - na Champions, a situação é a mesma. A verdade é que desde que chegou do Borussia Monchengladbach, ao fim da última temporada, o jogador - então eleito o melhor da Bundesliga - tomou conta da posição e justificou os 17 milhões de euros de sua contratação.

Ao lado de Götze e de Lewandowski, forma o trio de ataque classificado por Beckenbauer como o "melhor do mundo". Além de finalizar bem de fora da área, Reus tem faro de artilheiro e costuma sempre aparecer bem dentro da área, de cabeça ou completando sobras de bola espirradas pelas defesas adversárias.

Aos 23 anos, pode se tornar ídolo em Dortmund com apenas uma temporada no clube aurinegro. Com o gol decisivo contra o Málaga, nas quartas de final, e uma assistência para Lewandowski contra o Real no Bernabéu, mostrou que - pelo menos até agora - não sente o peso de um jogo decisivo.
Robben
Blaszczykowski

 Holanda PAÍS
Polônia
 29 IDADE
27
 1,81m ALTURA
1,75m
8 JOGOS
9
3 GOLS
 1

Arjen Robben

As dúvidas quanto a permanência de Robben no Bayern de Munique podem até ainda existir, mas certamente diminuiram muito após a reta final da Champions League. Desde a lesão de Kroos na primeira partida das quartas de final, contra a Juventus, o holandês assumiu a posição de titular e marcou quatro gols - dois deles contra o Barcelona, em Munique e no Camp Nou.

Com uma potente e precisa finalização de perna canhota, Robben pode se tornar um pesadelo para Schmelzer do lado esquerdo da defesa do Borussia, além de poder fazer a diferença também nas cobranças de falta e cruzamentos para a área.

Nas duas últimas finais da Champions perdidas pelo Bayern, ele não só esteve presente mas também desperdiçou um pênalti na prorrogação contra o Chelsea, na temporada passada. Em 2013, pode ser a última chance de Robben, e ele não poupará esforços para aproveitá-la.
Jakub Blaszczykowski

Em meio a tantas revelações do futebol europeu, fica fácil "esquecer" de Blaszczykowski, titular pelo lado direito de ataque do Borussia. Mas o capitão e companheiro de Lewandowski na seleção polonesa só faz somar em qualidade aos aurinegros. Após despontar jogando pelo Wisla Cracóvia, de seu país natal, se juntou ao clube de Dortmund em 2007, e desde então tem sido figurinha carimbada na equipe, participando ativamente do bi-campeonato alemão em 2011 e 2012. Ainda em seu segundo ano na Alemanha (2008), foi eleito o melhor jogador do clube na temporada.

Dono de uma assistência e um gol na Champions League, é o terceiro artilheiro do Borussia na temporada, empatado com Götze, ambos com 12 gols. Assim como seus companheiros de ataque, Kuba - como é conhecido pelos torcedores - tem sua velocidade e técnica como armas que podem ser muito úteis na final do torneio.

Relacionados