thumbnail Olá,

Sem poder contar com seu principal jogador por 10 jogos, Reds terão que decidir se querem continuar a apoiar o atacante ou passar a bola para frente e perder o talentoso uruguaio

COMENTÁRIO
Por Jonathan Birchall

É impossível não se perguntar, de vez em quando, de onde é que a Federação Inglesa tira os seus números.

Será que há uma lista pronta? Cabeçada no adversário, três jogos. Racismo, quatro. Mordida, dez. Será só adivinhação? Aleatório?

Arbitrário ou não, o fato é que Luis Suárez não irá defender o Liverpool pelos próximos dez jogos. O jogador decidiu não recorrer da pena e simplesmente aceitou, ele mesmo, cumprir o que foi determinado.

CANTONA, BARTON & CIA
Os grandes ganchos ingleses

Eric Cantona
Nove meses, chutou um torcedor

Mark Bosnich
Nove meses, doping

Rio Ferdinand
Oito meses, doping

Joey Barton
12 jogos, conduta violenta

Paolo Di Canio
11 jogos, empurrar um árbitro

David Prutton
10 jogos, empurrar um árbitro

Paul Davis
Nove jogos, soco num adversário

Luis Suarez
Oito jogos, conduta racista
Se o clube ficar ao seu lado depois da decisão, como tem estado desde que Suarez chegou a Inglaterra dois meses depois de dar uma dentadinha em um adversário, ainda jogando pelo Ajax, em novembro de 2010, ele não deve estar disponível de novo até outubro.

Tanto o clube quanto o jogador se disseram "chocados e decepcionados" com a severidade do gancho. Afinal, sem os seus gols e assistências nesta temporada, o time de Brendan Rodgers estaria na 16ª colocação na Premier League. Suarez está entre os melhores do mundo. É essencial. Mas será que é indispensável?

Aí mora a questão principal para o Liverpool, a Fenway Sports Group, dona do clube, e o técnico Brendan Rodgers, a ser respondida na próxima janela de transferências.

Publicamente, o Liverpool insiste que o uruguaio não está a venda. Nos corredores de Anfield,  as conversas certamente estarão todas centradas na escolha que deve ser feita: manter a fé e a esperança na reabilitação de Suarez, ou vender, fazer caixa e se despedir do gênio encrenqueiro.

O que Suarez fizer nas próximas semanas poderá se revelador. Afinal, os sete jogos de suspensão que ele recebeu na Holanda por morder Otman Bakkal, do PSV, há dois anos e meio, não tinham nem terminado quando ele chegou em Merseyside. A suspensão, que ele passou quase que inteiramente no Uruguai antes e durante o inverno em Amsterdam, foi quando se desenhou toda a sua transferência para a Inglaterra.

"Eu costumava pensar que o futebol inglês não fazia meu estilo," disse Suarez em dezembro de 2010, quando ainda era, de corpo ainda que não de alma, um jogador do Ajax. "Mas vi Carlos Tevez jogando pelo Boca e pelo Corinthians e nunca iamginei que ele pudesse atuar na Premier League. Quando vejo a forma como Tevez joga eu penso que posso fazer carreira na Inglaterra. É por causa da energia e do espírito que eles colocam em todos os jogos lá. Agora, penso que é um tipo de futebol que me cai bem."

Motivo suficiente para que se ergam algumas sobrancelhas em Anfield, no mínimo, se não for até de mantê-lo trancado.

O Liverpool está ciente do interesse em Suarez, com Manchester City, Real Madrid e Juventus todos já tendo sido ligados ao homem que liderava a disputa da artilharia inglesa antes de Robin van Persie largar três tento de uma vez só para cima do Aston Villa na última segunda-feira.

"LIDOU BEM"
Ian Rush, ídolo do Liverpool, diz que Suarez lidou muito bem com polêmica
Como o Goal.com revelou com exclusividade na última semana, Os Reds podem estar disposto a ouvir se alguém chegar com um cheque de 40 milhões de libras ou mais. O Liverpool, por enquanto, tem o controle. Seu novo contrato de 100 mil libras semanais, assinado em agosto, fez o que os defensores na Inglaterra não conseguiram - prender o jogador. Por enquanto, ao menos.

Típico de um homem que está se tornando tão conhecido por sua propensão a mordiscar adversários quanto pela capacidade de fazer um hat-trick para cima deles, Suarez tem o hábito de abrir a boca em momentos inoportunos para o clube.

"Se outra equipe chegar com mais probabilidade de disputar campeonatos internacionais e estiver disposto a me levar, que venham conversar com o Liverpool," disse, em março. "Conversaremos com o Liverpool, e só então verei se quero ir." O Liverpool deve estar agora muito preocupado.

Uma smples questão econômica sugere que o clube deve segurá-lo. Depois de mais uma polêmica, o preço de Suarez deve ter caída junto com sua reputação. Com 26 anos, dá para acreditar que ele ainda não chegou ao seu melhor, e o que vimos até aqui do atacante não é o máximo que ele pode fazer. Sir Alex Ferguson não vendeu Eric Cantona por dar um chute de karate em um torcedor do Crystal Palace. Afinal, tem alguns bad boys que valem muito a pena.

Por agora, a mensagem é simples: mantenham Suarez honesto, mantenham Suarez leal e mantenham a boca dele fechada, em mais do que uma só maneira.

Se ele ficar ou se sair depende inteiramente do Liverpool. Mas, até lá, eles ainda tem muitos pensamentos para mastigar.

Relacionados