thumbnail Olá,

O melhor e o pior da rodada dos principais torneios europeus, avaliado por Goal.com. Que tal?

MELHORES DA SEMANA

Thiago Silva - PSG 3 X 0 Nice
NOTA GOAL.COM: 3.5
"Suportou o bombardeio de cruzamentos do time visitante, sempre a postos para afastar o perigo por baixo ou por cima. Foi para o ataque no segundo tempo, e até gol anulado teve"

- Robin Bairner, Goal.com Internacional

Eliminado da Champions League e da Copa da França, o Paris Saint-Germain segue a passos largos em direção ao título da Ligue 1. Uma boa parte em função de seu principal defensor, Thiago Silva. O brasileiro teve mais uma boa atuação na 21ª vitória dos parisienses no torneio, e em mais uma partida sem deixar Sirigu exposto aos gols dos adversários.

Oscar - Liverpool 2 x 2 Chelsea
NOTA GOAL.COM: 3.0
"Conectou perfeitamente o escanteio cobrado por Mata no primeiro pau para abrir o marcador, mas teve dificuldades para encontrar seu espaço após ser deslocado da esquerda para o centro do gramado."

- Oliver Platt, Goal.com Internacional

Não foi a melhor atuação geral do meia ex-Inter, mas nem por isso menos decisiva. Como se fosse um centroavante, Oscar surgiu no meio da defesa do Liverpool para fazer o primeiro gol do empate no clássico em Anfield, seu décimo em sua temporada de estreia pelo atual campeão da Europa.

Jonathan - Inter 1 x 0 Parma
NOTA GOAL.COM: 4.0
"Tido como o herdeiro de Maicon ao chegar no clube, o brasileiro se destacou mais uma vez, com uma bela assistência para o gol de Rocchi"

- Michele D'Ambrosio - Goal.com Itália

A fase da Inter não era nada boa: além das derrotas consecutivas na Serie A, o time de Milão vinha de uma eliminação dramática na Copa da Itália, na semana anterior. E, quem diria que, após as saídas de Coutinho, Julio César e Maicon, um outro brasileiro ajudaria a equipe a dar a volta por cima? Um belo cruzamento da direita ajudou a Inter a superar o Parma em casa, dar adeus à fase negativa e renovar as esperanças por uma vaga na próxima Champions League.

Luiz Gustavo
Hannover 1 x 6 Bayern
NOTA GOAL.COM: 4.0
"Muito esforço no centro do gramado, buscando os adversários atrás e ajudando a distribuir o jogo para as alas de forma eficiente."

- Simon Harrison - Goal.com Internacional

O 'cão de guarda' brasuca teve mais uma sólida atuação pela equipe de reservas do Bayern, que fez um trabalho tão bom no sábado quanto os principais escolhidos de Jupp Heynckes. Mesmo longe da titularidade, Luiz Gustavo vai mostrando ao futuro chefe Pep Guardiola que é um recurso sempre à mão para ajudar a equipe.

PIORES DA SEMANA

Castán - Roma 1 x 1 Pescara
NOTA GOAL.COM: 2.0
"Um dos piores em campo. Falhou na cobertura a Sforzini e permitiu que o adversário tivesse uma atuação de Messi."

- Goal.com Itália

Ele, tão elogiado por sua segurança desde que chegou à capital italiana, fez uma partida ruim, como acontece eventualmente com qualquer jogador. Castán errou feio no lance do gol do Pescara, que arrancou um empate com a Roma no Olímpico e deixou a briga por vagas européias bastante acirrada na Serie A. Vamos ver como o ex-Corinthians vai se comportar nas partidas decisivas da equipe no campeonato.

Weligton - Valencia 5 x 1 Málaga
NOTA GOAL.COM: 1.5
"Partida ruim, desperdiçou a bola muitas vezes e ainda foi mal nos cruzamentos"

- Kilian Caballero, Goal.com Espanha

Assim como o resto da equipe, o capitão do Málaga naufragou no Mestalla no sábado, já que a goleada sofrida deixou a equipe mais longe das primeiras colocações da Liga Espanhola. Mesmo que os Boquerones estejam impedidos de jogar competições continentais na próxima temporada.

Robinho - Juventus 1 x 0 Milan
NOTA GOAL.COM: 2.0
"Vagou no meio de campo da Juventus, tentando, sem sucesso, encontrar o melhor posicionamento. Desapareceu antes de ser substituído."

- Goal.com Itália

O Milan estava ciente da grande atuação que teria de lançar mão para bater a líder Juventus em Turim, neste domingo. E bem que tentou, mas não soube ser efetiva o suficiente para tal: Robinho exemplifica bem a atitude da Rossoneri longe de seus domínios, com muita transpiração, mas pouca inspiração. Não é à toa que o resultado do clássico seja incontestável.

Alguém ficou sobrando da relação? Comente!

Relacionados