thumbnail Olá,

Destaque do Atlético de Madrid, atacante foi chamado por Felipão para os amistosos contra Itália e Rússia

Por Fernando H. Ahuvia

Pouco conhecido da torcida brasileira e um dos principais jogadores do Atlético de Madrid, o atacante Diego Costa é a principal novidade da lista do técnico Luiz Felipe Scolari para os amistosos contra a Itália, em Genebra, no dia 21, e a Rússia, em Londres, no dia 25.

O próprio atacante se mostrou surpreso com a convocação. Destaque nessa temporada do time Rojiblanco – terceiro colocado no Campeonato Espanhol e finalista da Copa do Rei - Diego Costa recebeu um telefonema de Felipão e ouviu que seria observado pelo treinador, mas não imaginava que seria chamado tão rapidamente.

- Foi uma surpresa. Estar na seleção não é fácil, sabia que vivia um bom momento, que o Atlético vinha bem, mas estou surpreso e vou tentar agarrar esta oportunidade – declarou ao site da CBF.

Nosso colega Adrian Boullosa, do Goal.com Espanha, nos fornece informações do jogador brasileiro, destaque do time Colchonero nesta temporada.

CARREIRA NA EUROPA

Nascimento: 07/10/1988 - Lagarto (Sergipe)

Clube atual: Atlético de Madrid

Posição:
atacante

Camisa:
19

Altura:
188 cm

Peso: 81 kg
OPINIÃO
Adrian Boullosa

Não foi fácil para Diego Costa conseguir se consolidar no Atlético de Madrid. "O Lagarto" chegou como uma grande promessa ao conjunto Colchonero em 2007, mas teve que buscar o sucesso longe das margens do Manzanares antes de se tornar um membro importante da equipe de Madri.

Diego Costa saiu muito novo do Brasil. O atacante chegou a disputar algumas partidas da Série A2 do Campeonato Paulista com o Barcelona, de Ibiúna-SP, mas, graças a um agente ligado ao empresário Jorge Mendes, foi para Portugal, onde se destacou pelo Penafiel. Em seguida, foi para o Sporting de Braga, mas nem chegou a jogar pelo clube e se transferiu para o futebol espanhol.

Na Espanha, Diego Costa foi emprestado pelo Atlético de Madrid ao Celta de Vigo para se adaptar ao futebol do país. Por lá, o atacante teve uma boa temporada, mas não marcou tantos gols.

"Tenho que chegar com humildade e aproveitar a oportunidade. Sei que pode ser a minha primeira e última convocação "

Nesse aspecto, sua passagem pelo Albacete na temporada seguinte ajudou a melhorar o seu faro de artilheiro e também cooperou para que ele se sentisse mais importante em uma equipe. Novamente sem espaço no Atlético de Madrid, Diego Costa teve que se transferir para o Valladolid e quando, finalmente, teve a oportunidade de ser um homem importante no time Rojiblanco, sofreu uma séria lesão que o afastou dos gramados por um bom tempo, fazendo com que não fosse inscrito no plantel por sua condição de extracomunitário.

Recuperado na metade da temporada passada, Diego Costa foi para o Rayo Vallecano em busca de ritmo. Jogando bem, o brasileiro chamou a atenção de todos e foi considerado um dos melhores atacantes da Espanha na ocasião.

“O Lagarto”, como é chamado, só conseguiu se firmar com a camisa do Atlético de Madrid na atual temporada. O técnico Diego Simeone conseguiu encontrar uma forma para utilizar as melhores qualidades de Diego Costa em uma equipe com uma ideia de jogo baseada em tentar aproveitar os erros do adversário e sair rápido no contra-ataque. Além disso, o fato do brasileiro ter um companheiro como Falcão Garcia faz com que ele tenha mais liberdade para poder mostrar todo o seu potencial dentro de campo.

EPISÓDIOS POLÊMICOS

Se por um lado o atacante vem se destacando por conta da sua disposição e a constante pressão sobre as defesas adversárias, por outro seu estilo de jogo aguerrido e temperamental fez com que ele se envolvesse em diversas polêmicas ao longo da carreira.

Diego Costa já foi acusado de racismo pelo meio-campista francês Geoffrey Kondogbia, do Sevilha, trocou cusparadas com o zagueiro Sergio Ramos e discutiu com Pepe, ambos do Real Madrid, aplaudiu ironicamente Antonio Amaya, do Bétis, por conta de uma falha do zagueiro que gerou o gol do Atlético de Madrid. No jogo de volta da Copa do Rei, o brasileiro ganhou do rival uma cusparada de presente.

De acordo com nosso colega do Goal.com Espanha, Diego Costa tem tudo para se destacar ainda mais no Velho Continente caso consiga se controlar.


Com confiança e um pouco mais de controle com relação ao seu temperamento, Diego Costa ainda pode crescer muito mais na Europa e tornar-se um atacante de grande importância.


- Adrian Boullosa

Relacionados