thumbnail Olá,

Veja quem quem mandou bem e quem decepcionou nesta semana decisiva de Champions League e Liga Europa

MELHORES DA SEMANA

EDERSON - Stuttgart 0x2 Lazio
NOTA GOAL.COM: 4.0
"Entrou determinado a fazer a diferença desde o começo, com alguns chutes bloqueados e fintas bem executadas. Não foi nenhuma surpresa quando apareceu para abrir o placar com uma finalização muito inteligente depois de uma corrida perfeita. Deveria ter conseguido um segundo gol antes do intervalo."

- Mark Doyle, Goal.com Internacional

Em uma equipe que impressionou jogando fora de casa, Ederson foi um dos principais destaques. A Lazio conseguiu uma boa vantagem e tem a classificação para as quartas-de-final da Liga Europa muito bem encaminhada, pintando como candidata ao título. Hernanes, seu companheiro de equipe, também teve boa atuação na convincente vitória italiana e poderia facilmente ter sido parte da lista.

FELIPE SANTANA - B. Dortmund 3x0 Shakhtar
NOTA GOAL.COM: 3.5
"Absolutamente perfeito na defesa, com intervenções críticas dentro da área em alguns ataques perigosos do Shakhtar. Fez sua presença ser sentida também do outro lado do campo, com uma testada certeira depois de cruzamento de Mario Götze para abrir caminho para a vitória do Dortmund."

- Keeghann Sinanan, Goal.com Internacional

A tarefa de Felipe Santana não era fácil: substituir um dos mais importantes nomes do time, o zagueiro Mats Hummels, na partida mais importante da equipe no ano. Não só o brasileiro teve uma atuação sólida na defesa, como abriu caminho para a tranquila vitória da sua equipe, que segue apresentando bom futebol e deixa para trás um adversário muito indigesto na caminhada rumo à final em Wembley.

JONAS - PSG 1x1 Valencia
NOTA GOAL.COM: 3.0
"Deu vida à disputa com seu belíssimo chute de fora da área, acertando o canto superior do gol. Foi uma ameaça constante jogando pela ponta esquerda, demonstrando ótimo ritmo e grande apetite de dar apoio a Soldado no ataque."

- Robin Bairner, Goal.com Internacional

Jonas bem que tentou, mas nem o seu gol foi capaz de impedir a eliminação do Valencia. O mérito do brasileiro, entretanto, não pode passar despercebido. Apesar da dificuldade de lutar contra um resultado adverso diante de um adversário muito forte, dentro da sua casa, os espanhois brigaram até o fim e não teria sido surpresa caso tivessem conseguido levar a disputa, no mínimo, até os pênaltis.

THIAGO SILVA - PSG 1x1 Valencia
NOTA GOAL.COM: 3.0

"De volta ao time depois de uma lesão, e imediatamente de volta ao seu melhor. Sempre que o Valencia tentou levantar uma bola para dentro da área do SPG, Thiago estava invariavelmente lá para afastar o perigo. Demonstração impecável de como defender."

- Robin Bairner, Goal.com Internacional

Uma coisa nunca deixa de ser verdade, independentemente do resultado dos jogos do PSG: Thiago Silva raramente faz uma partida ruim. O 'Monstro' mais uma vez deixou claro o motivo de fazer tanta falta quando está lesionado. Demonstrando a segurança de sempre, foi responsável, ao lado do também brasileiro Alex, por conter o fortíssimo ímpeto ofensivo de um Valencia aguerrido e, assim, garantir a equipe francesa nas quartas-de-final da Liga dos Campeões.


PIORES DA SEMANA

OSCAR - Steaua Bucharest 1x0 Chelsea
NOTA GOAL.COM: 2.5
"Teve alguns flashes de inspiração mas foi culpado por não dar apoio suficiente ao isolado Fernando Torres. Muitos dos seus passes e cruzamentos erraram o alvo."

- Chris Teale - Goal.com Inglaterra

A atuação sem vida do Chelsea na Romenia de refletiu também no desempenho de Oscar. Apesar da grande temporada que faz até aqui nos Blues, o brasileiro não foi capaz de dar vivacidade ao ataque dos visitantes e viu se time acabar derrotado. O jeito agora será correr atrás em Stamford Bridge.

DAVID LUIZ - Steaua Bucharest 1x0 Chelsea
NOTA GOAL.COM: 2.5
"Defendeu bem mas não conseguiu chegar ao ataque com sua destreza e vigor usuais em uma partida em que os Blues encontraram muitas dificuldades para orquestrar um ataque com convicção."

- Chris Teale - Goal.com Inglaterra

David Luiz não foi um dos pontos negativos do Chelsea na derrota para o Steaua Bucharest na Liga Europa, mas tal qual seus companheiros não teve qualquer brilho na noite de quinta-feira. Nem mesmo as suas quase sempre perigosas subidas ao ataque aconteceram. Acabou vencido pela persistência do ataque do adversário.

LUCAS - PSG 1x1 Valencia
NOTA GOAL.COM: 2.0
"Inflamou a torcida no Parc des Princes com sua habilidade individual e vontade de partir para cima da marcação logo no começo do jogo, mas não se envolveu o suficiente no jogo e acabou tendo um papel apenas secundário."

- Robin Bairner, Goal.com Internacional

A atuação de Lucas não chegou a ser ruim, mas bem abaixo do que se esperava do brasileiro em uma noite em que ele ganhou mais liberdade em campo. Sem Ibrahimovic, todos os olhos se voltaram para o ex-são paulino, que, entretanto, não foi capaz de chamar a responsabilidade e viu seu time penar para passar do Valencia. Mas nada que seja preocupante; com a classificação do PSG, Lucas terá novas oportunidades de brilhar na competição europeia.

TAISON - B. Dortmund 3x0 Shakhtar Donestk
NOTA GOAL.COM: 1.5
"Muito desatento, foi pego em impedimento em praticamente todas as vezes que seu time procurou por ele no ataque. Saiu no intervalo para dar lugar a Douglas Costa. Pior em campo."

- Keeghann Sinanan, Goal.com Internacional

A torcida e os diretores do Shakhtar já devem ter começado a se perguntar se valeu mesmo a pena se desfazer de Willian contando com o impacto de Taison na equipe. Na noite mais importante da equipe no ano, ele conseguiu errar tudo que tentou em 45 minutos, o suficiente para convencer o técnico de que dar mais uma chance a ele no jogo não mudaria o panorama. O Shakhtar foi eliminado por um adversário muito forte, é verdade, mas sem conseguir reproduzir nem sombra do futebol que encantou a todos e surpreendeu times como Chelsea e Juventus na primeira fase da competição.

E então, leitor: faltou algum nome importante nessa lista? Comente!

Relacionados