thumbnail Olá,

Os bravos adversários do interior gaúcho conseguirão acabar com a festa azul e vermelha?

Nem mesmo a introdução do sistema de turnos conseguiu reduzir a polarização do Campeonato Gaúcho entre a Grêmio e Inter, que chegam à edição 2013 como francos favoritos ao título estadual. O que não deve desconsiderar a presença dos rivais da Serra, Caxias e Juventude, e nem das demais equipes do interior, sempre dispostas a causar surpresas no torneio.

Que o diga o Tricolor gaúcho, que foi surpreendido pelo Lajeadense logo na rodada inaugural do ano passado. Pelotas, São José, Novo Hamburgo e Santa Cruz também prometem atrapalhar a festa dos dois grandes do Estado.

GRÊMIO

Só há uma maneira de saciar as expectativas do torcedor gremista com a novíssima Arena, inaugurada em dezembro: títulos. Por mais que o foco da equipe deva ser direcionado à fase preliminar da Copa Libertadores, os adversários não podem ignorar a força do Tricolor no torneio estadual.

Depois de encerrar 2012 em alta, a nova direção do clube, capitaneada pelo lendário Fábio Koff, mostrou as credenciais no mercado de transferências, trazendo peças de qualidade para compor o elenco: o zagueiro Cris, o goleiro Dida e, especialmente, o atacante chileno Eduardo Vargas, destaque da Universidad de Chile campeã da Sul-Americana, em 2011, deixam o Grêmio ainda mais forte para brigar pelo título que veio pela última vez há três temporadas.

Cabe agora a Vanderlei Luxemburgo mostrar seu repertório e recolocar o Imortal no caminho das vitórias.

Time base: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Cris, Fábio Aurélio; Fernando, Souza, Elano, Zé Roberto; Vargas, Marcelo Moreno.

Destaque: Zé Roberto

Não bastasse ser o grande jogador que é, Zé Roberto ainda é um profissional exemplar. Prova disso é sua disposição em campo aos 35 anos de idade, com um fôlego de dar inveja a muitos garotos que iniciam no futebol. É através de sua perna esquerda que acontecem os principais ataques do Tricolor.

INTERNACIONAL

2012 foi um ano para o torcedor colorado esquecer, apesar da conquista do 41º título estadual. Agora, com um planejamento renovado, começando pela contratação do ídolo Dunga, o Inter busca uma temporada com menos erros e, se possível, com mais títulos.

Fazer mais com menos é a palavra de ordem do segundo mandato do presidente Giovanni Luigi, que pretende apostar na consolidação de nomes como Forlán e Dátolo em detrimento de grandes contratações. O volante Willians é o destaque do ‘pacotão’ de verão anunciado pela diretoria, que ainda inclui o atacante Caio, o meia Vítor Júnior e o lateral-direito Gabriel.

A agenda mais folgada de compromissos no ano torna quase obrigatório o sucesso da equipe alvirrubra nas competições que disputar. Ainda que só poderá mandar seus jogos em sua casa, o estádio Beira-Rio, a partir de setembro.

Time Base: Muriel; Gabriel, Índio, Rodrigo Moledo, Kléber; Willians, Fred, Dátolo, D'alessandro; Forlán, Leandro Damião

Destaque: D'alessandro

É bem verdade que seu temperamento forte e a vontade de vencer por vezes mais atrapalham do que ajudam. Mas uma coisa o torcedor não pode negar: que o camisa 10 é o maestro condutor do Inter, e o nome capaz de decidir as partidas mais complicadas em favor da equipe. Sua ausência sempre deixa as coisas mais trabalhosas para o Colorado.

Relacionados