thumbnail Olá,

Um torcedor fanático dos Blues tenta convencer o dono dos atuais campeões europeus a manter o ídolo de 34 anos, que pode deixar Stamford Bridge no meio do ano

COMENTÁRIO
Por Dan Levene | Blues Chronicle

Caro Roman,

Perdoe-me a sinceridade...

Ao que tudo indica, nosso camisa 8 está prestes a nos deixar no próximo verão, e eu gostaria de dizer algumas palavras sobre a decisão que, acredito, você já tomou sobre o futuro de Frank Lampard.

Eu, como muitos outros torcedores, consideram Frank como o maior jogador do Chelsea de todos os tempos.

Talvez você pense assim também! Afinal de contas, você estava lá quando ele levantou o troféu da Champions League em maio. Você estava lá no gol que garantiu nosso primeiro título da Premier League há oito anos, em Bolton. E acho que você também ficou muito feliz com cada um dos mais de cem gols que ele marcou entre essas duas grandes datas da nossa história.

Eu sei que você não pôde comparecer na última semana, quando Frank empatou com Kerry Dixon no posto de segundo maior artilheiro da história do Chelsea. Eu nunca pensei que veria um meia marcar 193 gols por um clube, e você?

No ritmo que as coisas estão, bastam dez gols para que todos estes motivos ganhem ainda mais relevância: quem sabe Frank não seja eternizado nessa mesma relação sob a legenda: '1º - 203 gols'.

Essas são algumas razões pelas quais muita gente esta tão triste com a ideia de que você estaria dando passe livre para Frank nos deixar ao fim da temporada.

Isso e o fato de que, nos quase 12 anos em que esteve no Chelsea, Frank foi sempre um cavalheiro: ótimo com os torcedores, sempre o primeiro a aparecer e agradecer o público que atravessou o país e o continente para apoiar a equipe.

É claro, não dá pra considerar tudo isso como desculpa baseada na história. Jogadores não podem ficar na folha de pagamento para sempre com base no passado. Se fosse por isso, ainda veríamos gente como Ron Harris e Gianfranco Zola no elenco. Contudo, é preciso pensar no contexto no qual Frank está hoje.

Ele sempre esteve, e segue até agora, como um dos jogadores de melhor preparo físico da Premier League. Ele está sempre entre os primeiros que chegam a Cobham a cada manhã e, segundo me disseram, é um dos últimos a sair à noite.
EM NÚMEROS
Frank Lampard no Chelsea
572 Número de partidas pelo time londrino.
193 Gols tem o meia pelo clube.
2001 Ano em que chegou ao Chelsea, comprado ao West Ham por 11 milhões de euros
12 Troféus levantado por Lampard desde que chegou ao Chelsea.
93 Aparições pela seleção inglesa, com 26 gols.

Muitos destes amargurados pelo sucesso de Frank, a 'trupe do Grande e Gordo Frank', dizem que ele não possui um talento natural para o futebol. Tem algo de verdade nisso: Frank precisou trabalhar duro para conquistar tudo o que tem. E foi essa conduta profissional que o levou à condição quase inalcançável de Maior Blue de Todos.

Vejo que também existem razões pelas quais não manter Frank.

Aos 34 anos, ele não se encaixa a essa imagem que você deseja vender do Chelsea, como sendo uma equipe jovem, veloz, cheia de jogadores que empolgam o torcedor.

Ele vem de Romford, não do Rio de Janeiro, e não pode ser facilmente encaixado nessa formação 4-2-3-1 que pretende simular a Seleção Brasileira. A tática que você espera de seus treinadores, quer ela funcione ou não.

E, talvez, um salário de 160 mil libras por semana seja um pouco alto para um jogador de 34 anos: aí, pode ser discutida a ideia de um contrato por produtividade ('Fontes' ligadas ao Chelsea revelaram na última semana que essas negociações podem surgir).

Recentemente, vimos a diretoria do clube tomar algumas decisões muito ruins em seu nome, Roman: o golpe fracassado contra os donos do Stamford Bridge (Chelsea Pitch Owners), a demissão de Roberto Di Matteo e a contratação de Rafa Benítez. Não é de se surpreender que os fãs estejam mostrando tão pouco apoio a equipe nos últimos tempos.

Se Frank receber um 'não', teremos outro momento muito negativo. Em tempos complicados como este no Chelsea, realmente precisamos de mais um?

E, se isso for realmente sobre dinheiro, mais um ou dois anos de Frank viriam muito mais a calhar, em termos de responsabilidade financeira, do que mais dois ou três de Fernando Torres, que recebe mais e joga de menos, não acha?

Isso é tudo o que eu tinha para dizer. Espero que você, Dasha, e as crianças estejam bem.

Atenciosamente,

Dan

Siga Dan Levene no

Relacionados