thumbnail Olá,

Antes da estreia no torneio intercontinental, Goal.com relembra as conquistas internacionais do Timão

POR FERNANDO H. AHUVIA

Em menos de uma semana, o Corinthians inicia a busca pelo 15º título internacional de sua história. Além do Mundial de Clubes da Fifa, em 2000, e da Copa Libertadores da América, em 2012, o time alvinegro conquistou 12 torneios em que confrontou com adversários de outros países. Goal.com relembra essas conquistas do Timão.

As conquistas internacionais do Timão

Pequena Taça do Mundo (1953)

Primeiro título internacional do Corinthians, a Copa Presidente Marcos Pérez Giménez (Pequena Taça do Mundo) foi disputada em Caracas, na Venezuela, em 1953. Além do Timão, o torneio disputado em turno e returno reuniu a Seleção de Caracas, o Roma-ITA e o Barcelona-ESP. Com 100% de aproveitamento, o time alvinegro conquistou a taça com duas rodadas de antecedência ao vencer o Barça por 1 a 0, gol de Goiano.

Taça Charles Miller (1955)

A Taça Charles Muller, que leva o nome do responsável pela chegada do futebol ao Brasil, foi um torneio internacional que contou com as participações do Peñarol-URU, Benfica-POR, Palmeiras, Flamengo e América-RJ. Com quatro vitórias e um empate, o Corinthians se sagrou campeão invicto. Na última partida, a equipe comandada por Oswaldo Brandão venceu o time português por 2 a 1. Águas abriu o placar para o Benfica, mas Cláudio, duas vezes, garantiu a virada para o Timão.

Copa do Atlântico (1956)

A Copa do Atlântico de Clubes Sul-Americanos foi disputada em 1956 por times do Brasil, Argentina e Uruguai. Depois de passar por Danúbio, Santos e São Paulo nas oitavas, quartas e semifinal, respectivamente, o Corinthians enfrentaria o Boca Juniors na final. No entanto, a final não foi disputada por falta de datas e as duas equipes terminaram empatadas.

Copa Cidade de Turim (1966)

Em 1966, o Corinthians conquistou a Copa Cidade de Turim, na Itália. Depois de derrotar a Internazionale de Milão por 3 a 1, o time de Parque São Jorge enfrentou o Español no segundo e decisivo confronto. Depois de empate por 1 a 1 no tempo normal, o Timão superou os espanhóis nos pênaltis: 4 a 3.

Torneio Costa do Sol (1969)

Corinthians, Barcelona e River Plate foram os convidados do Málaga para disputar o Torneio Costa do Sol, na Espanha. Na estreia, o Timão venceu o Málaga por 1 a 0. Na final, o time brasileiro e o Barça empataram em 1 a 1 no tempo normal. O duelo teve que ser decidido na prorrogação. O gol do título alvinegro foi marcado por Benê, aos 7 minutos do segundo tempo da segunda prorrogação.

Troféu Apolo V (1969)

No mesmo ano, o Corinthians disputaria e venceria mais um título internacional: Torneio de Internacional de Nova York. Em partida única disputada no Downing Stadium, nos Estados Unidos, o Timão superou o River Plate nos pênaltis depois de empate no tempo normal e trouxe para o Brasil o troféu Apolo V oferecido pela Liga de New Jersey.

Copa São Paulo (1975)

Em um torneio internacional organizado pela cidade de São Paulo, o Corinthians venceu o San Lorenzo pelo placar mínimo e foi enfrentar o rival São Paulo na decisão. Após um empate por 2 a 2 no tempo normal, o Timão levou a melhor nos pênaltis: 4 a 3.

Torneio Feira de Hidalgo (1981)

Em 1981, o Corinthians trouxe para sua sala de troféus no Parque São Jorge mais um troféu de um torneio internacional. Em torneio realizado na cidade de Pachuca, no México, o time do técnico Mário Travaglini passou pelo Independiente-ARG na estreia em jogo marcado por uma briga generalizada entre as duas equipes. Em campo o Timão venceu por 2 a 1, gols de Sócrates e Zenon. Na decisão, vitória por 2 a 0 sobre o América-MEX, gols de Wágenr e Sócrates.

Copa das Nações (1985)

Com a venda de Sócrates e o fim da Democracia Corinthiana, o time alvinegro contratou vários astros para reforçar a equipe, mas ela acabou não rendendo o esperado. Para salvar o ano e justificar o investimento, o Timão conquistou a Copa das Nações ao vencer a seleção do Chile por 2 a 1, em Los Angeles.

Torneio Internacional de Verão Cidade de Santos (1986 e 1987)

Em torneio realizado na Vila Belmiro, o Corinthians venceu o Grasshopper, da Suíça. No segundo jogo, contra o Santos, o Timão venceu por 2 a 0, gols de Lima e João Paulo, e ficou com o título. No ano seguinte, o time alvinegro voltaria a ganhar o Torneio Internacional de Verão Cidade de Santos.

XLII Troféu Ramón de Carranza (1996)

O Corinthians foi o último time brasileiro a conquistar o tradicional Troféu Ramón de Carranza, disputado todos os anos em Cádiz, na Espanha. Na estreia, vitória por 2 a 0 sobre os donos da casa. A decisão foi contra o Bétis. Com dois gols de Marcelinho Carioca, o Timão venceu a partida e conquistou o título que havia sido vencido anteriormente por cinco times brasileiros (Palmeiras, Flamengo, Vasco, Atlético-MG e São Paulo).

Mundial de Clubes da Fifa (2000)

Em 2000, a Fifa realizou no Brasil seu primeiro Mundial de Clubes. Campeão nacional do país sede, o Corinthians ficou no Grupo A, sediado em São Paulo, junto com Real Madrid, Al-Nasser e Raja Casablanca. No Grupo B. com sede no Rio de Janeiro, estavam Vasco, Manchester United, Necaxa e South Melbourne. Campeões de cada grupo, Corinthians e Vasco fizeram a final no Maracanã. Depois de um nervoso empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, o Timão ganhou nos pênaltis por 4 a 3 e se tornou o primeiro campeão mundial de clubes reconhecido pela Fifa.

Copa Libertadores da América (2012)

Neste ano, o Corinthians conquistou pela primeira vez a Copa Libertadores da América. Vários foram os momentos que ficarão marcados para sempre na memória do torcedor corintiano. Entre eles: o gol de empate nos acréscimos na estreia com o Deportivo Táchira-VEN, a chance clara desperdiçada por Diego Souza, o gol de Paulinho a comemoração do técnico Tite no alambrado, o gol de Romarinho na Bombonera e os dois gols do atacante Emerson na grande decisão com o Boca Juniors, que garantiram ao Corinthians o título invicto.

Relacionados