thumbnail Olá,

Pontos corridos mostram que muitos campeonatos ficam marcados pela briga de dois times. Relembre os confrontos dos últimos campeonatos que lembram a disputa que Flu e Galo terão.

Habemus campeonato. O gol de Leonardo Silva aos 47 minutos do Segundo Tempo que deu a vitória ao Atlético-MG sobre o Fluminense pôs de novo o time de Cuca na disputa, diminuindo a diferença para seis pontos e polarizando o Brasileirão 2012 entre o Tricolor do Rio e o Galo de Minas. O Grêmio, que outrora chegou a incomodar, já vê o título mais distante, embora brigue ainda por um vice campeonato e matematicamente até pelo títuo. A 32ª rodada parece ter assinado o atestado histórico deste brasileirão. O ano de 2012 será lembrado, na história do campeonato, como confronto entre a eficiência do Fluminense contra o bom futebol do Galo mineiro. A não ser que o time de Cuca volte a vacilar nas rodadas finais.

Desde 2003, quando o Brasileirão passou a ser disputado por pontos corridos, muitos campeonatos ficaram marcados pela briga de gato e rato entre dois times pela ponta e pelo título. Se no fim, na cruel lógica do esporte, só o campeão é lembrado, Goal.com relembra de outros “pegas” do Brasileirão. Dois times que dominaram, se alternaram na liderança e deram emoção ao campeonato. Emoção esta que promete sobrar nas seis rodadas que restam para tricolores e atleticanos.

2003
 Cruzeiro e Santos na briga no primeiro ano dos pontos corridos


CRUZEIRO
Rodadas em 1º lugar 43
Rodadas em 2º lugar 3
No fim Campeão, 100 pontos
SANTOS
Rodadas em 1º lugar 3
Rodadas em 2º lugar 33
No fim Vice campeão, 87 pontos

O Cruzeiro de Alex e o Santos de Robinho travaram longa batalha pela liderança em 2003, no mais longo Brasileirão por pontos corridos da história, com 24 times e 48 rodadas. O Cruzeiro assumiu a liderança na 3ª partida daquele ano, e só largou na 15ª, para o Santos, que buscava o bi campeonato. O time paulista só segurou a ponta por duas rodadas, voltando aos mineiros um par de partidas depois. Da 18ª à 48ª rodada, vinte jogos no total, o Cruzeiro ficou na liderança em 19. O Santos foi vice líder 16 vezes, e líder uma única vez, na 28ª rodada.

A perseguição, no entanto, não deu trela. A tabela entre primeiro e segundo colocado permaneceu inalterada por tempo recorde. No fim, com quatro rodadas de antecedência, o Cruzeiro venceu o Paysandu e garantiu o título antecipado, o terceiro do time comandado por Luxemburgo no ano.

2004
Grande emoção entre Santos e Atlético-PR


SANTOS
Rodadas em 1º lugar 20
Rodadas em 2º lugar 12
No fim Campeão, 89 pontos
ATLÉTICO-PR
Rodadas em 1º lugar 10
Rodadas em 2º lugar 10
No fim Vice campeão, 86 pontos

Campeões dos dois últimos Brasileirões com mata mata, Atlético-PR e Santos travaram o primeiro emocionante duelo pelo título dos pontos corridos. Se o Santos só perseguiu o Cruzeiro em 2003, desta vez, foi perseguido. O time paulista só alcançou a liderança na 15ª rodada, se firmando de verdade como líder dois jogos depois. Da 17ª a 32ª rodada, o Santos só não foi líder uma vez. No meio disso, o time paranaense, comandado pelo artilheiro Washigton, cresceu, chegando à vice liderança na 27ª rodada.

As treze rodadas finais trouxeram um belíssimo confronto, com cada time assumindo a liderança no tropeço do outro. O Santos perdeu para o Inter e o Atlético-PR assumiu a liderança vencendo o Vitória na 33ª rodada. Cinco jogos depois, os paranaenses tropeçaram no Goiás, deixando os santistas empatados em pontos, mas com mais vitórias, na liderança. Faltando seis rodadas, o empate do Santos com o Criciúma pôs o Atlético-PR dependendo só de si para ser bi no Brasileirão. Até aparecer o Vasco na penúltima rodada. Em São Januário, o time carioca venceu o líder. A vitória do Santos contra o São Caetano pôs o time de Vanderlei Luxemburgo no rumo do título. No jogo final, bastou a vitória por 2 a 1 sobre o mesmo Vasco para o Santos se sagrar bi campeão brasileiro.

2005
Corinthians e Internacional na disputa por um campeonato confuso

CORINTHIANS
Rodadas em 1º lugar 26
Rodadas em 2º lugar 2
No fim Campeão, 81 pontos
ATLÉTICO-PR
Rodadas em 1º lugar 0
Rodadas em 2º lugar 18
No fim Vice campeão, 78 pontos

O campeonato Brasileiro de 2005 foi, acima de tudo, confuso e manchado pela polêmica dos jogos apitados por Edilson Pereira de Carvalho, que confessou participar do que ficou conhecido como a "Máfia do Apito". Os jogos apitados pelo juiz preso e afastado froam cancelados e modificaram a tabela.

Apesar dos pesares, Corinthians e Internacional foram os protagonistas na briga pelo título. Nas últimas oito rodadas nada mudou: Timão em primeiro e Inter em segundo. Os gaúchos, a três pontos do líder, tiveram a chance de assumir a liderança em confronto direto contra o Corinthians faltando quatro rodadas. Os times empataram em 1 a 1 em um jogo marcado por polêmicas de arbitragem. O árbitro Márcio Rezende de Freitas não deu pênalti claro em Tinga, do Colorado, e ainda expulsou o jogador por simulação. No fim, os dois times chegaram com chances de título na rodada final, mas o Corinthians liderado por Carlitos Tevez sagrou se campeão sendo derrotado pelo Goiás. O Internacional também foi derrotado na rodada, para o Coritiba.

2012
Um Galo x Flu que reacendeu o campeonato

FLUMINENSE
Rodadas em 1º lugar 13
Rodadas em 2º lugar 7
Atualmente Líder, com 69 pontos
ATLÉTICO-MG
Rodadas em 1º lugar 16
Rodadas em 2º lugar 11
Atualmente Vice líder, 86 pontos

No finalzinho do jogo entre Atlético-MG e Fluminense, no Independência, o Flu vencia o Galo por 2 a 1, abria 12 pontos em 18 a disputar e praticamente garantia o título do time carioca. O campeonato ficaria marcado pelo amplo domínio do Tricolor. Mas aí Jô empatou, Leonardo Silva virou aos 47 da segunda etapa e o campeonato ganhou novas caras. A diferença de seis pontos bota o time mineiro de novo no páreo, e qualquer novo tropeço do time de Abel vai por ainda mais fogo no Brasileirão. Por enquanto, o retrato do Brasileirão é dividido em turnos, com o primeiro sendo dominado pelo time de Minas e o segundo mostrando uma competência quase perfeita do time carioca.

O campeonato deste ano ainda pode ser marcado por um domínio completo do Fluminense. Basta o time de Abrel manter a regularidade e o time de Cuca tropeçar. Por enquanto, tudo em aberto. A conferir.

Relacionados