thumbnail Olá,

Tricolor briga para entrar no G4. Verdão quer acabar com tabu para manter o embalo na luta contra o rebaixamento

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

Em situações completamente opostas na tabela, São Paulo e Palmeiras se enfrentam neste sábado, às 16h, no Morumbi, em jogo válido pela 28º rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Tricolor briga para entrar no G4, o Verdão tenta deixar a zona de rebaixamento.

Considerado um dos maiores clássicos do Brasil, o Choque-Rei já foi disputado 295 vezes, com 102 triunfos do São Paulo e 95 do Palmeiras, além de 98 empates. O primeiro confronto entre as duas equipes aconteceu em 1936, quando o até então Palestra Itália venceu o Tricolor por 3 a 0.

Levando em conta apenas jogos do Campeonato Brasileiro, o Verdão leva vantagem. Em 55 duelos são 18 vitórias do time alviverde contra 10 do Tricolor, além de 27 empates. No primeiro turno do Brasileirão deste ano, Palmeiras e São Paulo empataram em 1 a 1.

META É ENTRAR NO G4

Com 43 pontos, o São Paulo está na quinta colocação, a quatro pontos do Vasco. O Cruz-Maltino, inclusive, será o próximo adversário do time comandado por Ney Franco. Uma vitória diante do Palmeiras seria de suma importante para encostar ou até mesmo ultrapassar o time carioca na próxima rodada.

Para isso, o técnico Ney Franco poderá contar com a volta do artilheiro Luis Fabiano. O atacante, que desfalcou o time nas últimas três partidas por conta de um estiramento na coxa direita, já marcou 11 gols no Brasileirão. Por outro lado, Rhodolfo, suspenso, desfalca a equipe.

Para o Choque-Rei, o São Paulo entrará em campo com a seguinte formação: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Cortez; Denilson e Wellington; Jadson, Osvaldo e Lucas; Luis Fabiano.

META É SAIR DA ZONA DE REBAIXAMENTO

Invicto sob o comando de Gilson Kleina – três jogos e três vitórias – o Palmeiras espera manter o embalo para escapar da zona de rebaixamento no Brasileirão. Com 26 pontos, o Verdão busca diminuir a distância de seis pontos para o Coritiba, primeiro time fora do Z4 e que derrotou a Ponte Preta na última quinta-feira. Se derrotar o São Paulo, o alviverde ultrapassa o Sport e ganha a 17º posição.

Se o time do Morumbi terá Luis Fabiano no clássico, o Palmeiras conta com o atacante argentino Hernán Barcos para acabar com o tabu e levar o Verdão a mais uma vitória.

Ao contrário do treinador rival, Kleina preferiu fazer mistério quanto aos jogadores que começarão o clássico. As dúvidas ficam no substituto de Thiago Heleno, lesionado, e no companheiro de ataque de Barcos, já que Maikon Leite e Luan estão suspensos. O mais provável é que o Palmeiras comece a partida com: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Román, Juninho, Márcio Araújo, Henrique Marcos Assunção, Valdivia, Mazinho e Barcos.

TABU ALVIVERDE

O São Paulo entrará em campo neste sábado para manter um longo tabu diante do Palmeiras. Jogando no Morumbi, o Tricolor não perde para o Verdão há mais de dez anos.

O último revés aconteceu no extinto torneio Rio-São Paulo de 2002. Na ocasião, o Palmeiras venceu o confronto por 4 a 2. Desde então, aconteceram 18 duelos, com 11 vitórias são-paulinas e sete empates.

EXPECTATIVA DE BOM PÚBLICO

Um bom público deverá comparecer ao estádio Cícero Pompeu de Toledo para assistir o Choque-Rei. Segundo informou o São Paulo até o início da noite de quinta-feira, 21 mil ingressos já haviam sido vendidos. As 3.200 entradas disponíveis para a torcida do Palmeiras estão esgotadas.

A carga total de ingressos é de 62.039. No dia do jogo, as vendas aconteceram no Morumbi das 10h às 12h.

Relacionados