thumbnail Olá,

Nono lugar, nove pontos do G-4 e nova pontos da zona de rebaixamento. Flamengo termina o primeiro turno com um jogo a menos, mas com a certeza que precisa fazer mais no returno.

POR THALES MACHADO - Rio de Janeiro

Nono lugar, 26 pontos, nove de distância do G-4, dez da zona de rebaixamento e 17 pontos de distância do líder Atlético-MG, que é justamente, o adversário do jogo que falta ao Flamengo para completar uma volta nos 19 adversários no Brasileirão de 2012. Um time coadjuvante no primeiro turno. Esse é o retrato do Flamengo na primeira metade do campeonato. Um time que quase se mantém na mesma distância entre o G-4 e a Libertadores, e está quase na exata metade da tabela. Mesmo faltando um jogo, dá para analisar assim o primeiro turno do Fla. Um time com um jogo a menos, mas que precisa fazer mais.

Comparando com os últimos desempenhos do time na mesma fase do Brasileirão em anos anteriores vemos que o Fla foi bem pior do que no ano passado, quando o time fez o seu melhor primeiro turno desde que o Brasileirão por pontos corridos passou a ter 20 clubes. Em compensação, o time foi bem pior do que no ano retrasado, quando terminou o primeiro turno na vice liderança, apenas um ponto atrás do líder.



Melhor que 2010, pior do que 2011

Um turno cheio de mudanças, onde se mudou bastante o time e o técnico. É inegável que o Flamengo parece já ter vivido os piores momentos nesse Brasileirão. O time produz mais e parece ter se encontrado parcialmente sob o comando de Dorival, que faz um bom início de trabalho. Se depender disso e da tendência dos últimos anos, a torcida do Fla pode confiar que o time melhorará a 9ª posição alcançada até agora.

Desde 2006, quando o Brasileirão passou a ser disputado com 20 equipes na modalidade de pontos corridos, o Flamengo só piorou o seu desempenho no returno no ano passado, quando caiu da vice-liderança para a 4ª posição. Foi em 2011 também que o Flamengo fez a melhor campanha em um primeiro turno, com 36 pontos. A de 2012 só não é pior do que a de 2006 (14º) e a de 2010 (13º). Se vencer o Atlético-MG, no jogo atrasado do primeiro turno, oficialmente,  o Fla terminará o turno em 7º lugar, igualando as campanhas de 2007, 2008 e 2009, quando o time carioca foi campeão brasileiro pela última vez. A maior subida de produção foi em 2009, quando o time subiu seis posições, da 7ª para o título.

O fato é que o Flamengo fez uma campanha pior da que costuma fazer nos outros Brasileirões. Desde 2006 a média de posição do time no returno é a 8ª, uma abaixo da 9ª atual.

O FLAMENGO NO PRIMEIRO TURNO| desempenho entre 2006 e 2012
ANO
DESEMPENHO NO PRIMEIRO TURNO
FIM DO CAMPEONATO
2006 13º lugar, 23 pontos
11º lugar
2007 7º lugar, 29 pontos
3º lugar (Libertadores)
2008 7º lugar, 31 pontos
5º lugar
2009 7º lugar, 29 pontos
CAMPEÃO
2010 14º lugar, 22 pontos
14º lugar
2011 2º lugar, 36 pontos
4º lugar (Libertadores)
2012 9º lugar, 26 pontos*
?
* Um jogo a menos
Nunca tão longe do líder




A DISTÂNCIA DO FLA DA LIDERANÇA
           De 2006 a 2012, fim do 1º turno
São Paulo, 15 pontos na frente
São Paulo, 10 pontos
Grêmio, 10 pontos
Internacional, 8 pontos
Fluminense, 16 pontos
Corinthians, 1 ponto
Atlético-MG, 17 pontos
12 pontos
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
Média
Vencendo o Atlético-MG na rodada atrasada, o Fla igualará exatamente a campanha do primeiro turno de 2009, quando, com Adriano liderando, o time reagiu de forma avassaladora e conquistou o Hexa do Brasileirão. A realidade de 2012, no entanto, é outra. Nunca, desde 2006, o Flamengo ficou tão distante do líder ao fim do primeiro turno. São 17 pontos de distância, um pouco explicado pela bela campanha do Galo de Cuca, ex treinador do Fla. A explicação mais plausível é outra: título hoje, é algo que nem o mais otimista dos flamenguistas pensa.

No ano passado, na metade da competição, o Fla estava só a um ponto do Corinthians, líder e posterior campeão. Até 2012 a pior campanha tinha sido no ano retrasado, quando o time ficou a 16 pontos do líder, terminando o turno na 14ª posição.



Copo meio cheio?


Responda rápido: o copo está meio cheio ou meio vazio para o Flamengo no Brasileirão? Talvez meio cheio, mas por pouco. O time está na 9ª posição, separado nove pontos do Vasco e a dez do Palmeiras. O que significa tanto número? Simples, o time entra no returno separado quase na mesma distância da zona de classificação para a Libertadores e da zona de rebaixamentos. Mais três vitórias e o time figuraria entre os quatro melhores. Tivesse perdido três jogos que venceu, a torcida sofreria vendo o time pertinho dos quatro piores. 

A situação é inédita. Há sete Brasileirões, desde quando se adaptou regras e números de participantes o Fla sempre terminou o turno mais perto do G-4 ou do rebaixamento.  Foram quatro vezes mais perto da Libertadores (2007, 2008, 2009 e 2011) e duas vezes mais perto da Série B (2006 e 2010).

QUAL ZONA? | O primeiro turno em cada ano, e a distância do G-4 e do Z-4.
Distância para o G-4
ANO
Distância para o Z-4
6 pontos 2006
2 pontos
2 pontos 2007
7 pontos
2 pontos 2008
11 pontos
4 pontos 2009
11 pontos
11 pontos 2010
5 pontos
Dentro, 2º lugar 2011
17 pontos
9 pontos 2012
10 pontos

Relacionados