thumbnail Olá,

Time rubro negro enfrenta, em sequência, Vasco e Botafogo. Resultados podem definir qual será a busca do time no Brasileirão: briga por Libertadores ou para não cair.

POR THALES MACHADO - Rio de Janeiro

Dezessete rodadas se passaram e o Flamengo, mesmo que com um jogo a menos (o jogo contra o Atlético-MG só será disputado no fim de Setembro), continua estacionado no meio da tabela. A região do 10º lugar é a mais habitada pelo time da Gávea desde o início deste campeonato e os dois últimos jogos do turno, dois clássicos diante de Vasco e Botafogo, definirão se o Fla continua por ali, se sobre na tabela para se apresentar como um dos candidatos à vaga na Libertadores, ou se desce para o purgatório, onde batalhará para não cair para o inferno da Segunda Divisão. Se o desempenho em 2012 em clássicos não ajuda, a velha máxima de que clássico é clássico já é capaz de injetar otimismo em uma torcida carente por melhorias no ano.

Adryan - Flamengo x Bahia

Dois clássicos que podem aproximar do céu...

Com 22 pontos, o Flamengo hoje está nove pontos atrás do primeiro clube no G-4, o Grêmio, e seis na frente do Bahia, o primeiro clube no Z-4. Os dois clássicos que serão disputados no Engenhão não colocarão o time de Dorival Júnior nem na zona de classificação para a Libertadores, nem na zona de rebaixamento, mas definirão por qual delas o Flamengo irá brigar para pertencer ou não pertencer.

AS CHANCES DO FLA
Informações do Dep. Matemática da UFMG
0,3%
Título
11,5%
Libertadores
8,1%
Rebaixamento
80,1%
chances de ficar no meio da tabela
Se vencer Vasco e Botafogo, além da moral que ganhará saindo vitorioso de dois clássicos regionais, o time se aproximará bastante do G-4 e poderá ter a entrada no seleto grupo como o objetivo para o 2º turno. O Fla chegaria a 28 pontos ao fim das 19 rodadas, e com um jogo a menos que o restante dos clubes. Comparando com o ano passado, com 28 pontos, um time terminaria o primeiro turno na sétima posição. Se chegasse a 31 pontos, em uma hipotética vitória em casa sobre o líder Atlético-MG no jogo adiado, o Fla ficaria ainda mais próximo dos quatro times que terminarão o primeiro turno no G-4.  A título de comparação, o Internacional, que ficou com a última vaga para a Libertadores em 2011, fez somente 27 pontos no primeiro turno daquele ano.

Nos últimos cinco anos de Brasileirão, a média de 62 pontos foi suficiente para conseguir uma das vagas no Brasileirão. Se conseguir vencer tudo e chegar a 31 pontos, o Fla só precisará repetir a irregular campanha do primeiro turno para alcançar o objetivo no campeonato. Se chegar a 28 pontos, Dorival Júnior precisará de 60% de aproveitamento para voltar a disputar o torneio continental.

... ou fazer brigar contra o inferno


Adryan - Flamengo x BahiaSituação hipotética: o Fla não se recupera da derrota para o Palmeiras fora de casa e perde, seguidamente, para Vasco e Botafogo, terminando o primeiro turno com 22 pontos e mais uma crise para afastar. A situação fica crítica. O exemplo é o Ceará de 2011 (na foto, com Oswaldo, hoje no São Paulo), que fez 25 pontos no primeiro turno, terminando rebaixado para a Série B após pífia campanha na segunda metade do campeonato. Com 22 pontos, o Fla deve terminar perto da 15ª posição, a três ou quatro pontos da zona de rebaixamento. 

Nos últimos cinco campeonatos, 44 pontos foi a média suficiente de pontos para se salvar do descenso. Perdendo os dois jogos, o Fla terá que sofrer para não ser pior do que o primeiro turno, e assim evitar uma suposta queda para a Série B.


Desempenho ruim em clássicos no ano


Adryan - Flamengo x BahiaEm 2012, o Flamengo já disputou seis vezes clássicos cariocas, e só saiu vencedor em duas oportunidades. Foram três derrotas e um empate, além das duas vitórias, contra Flu e Vasco, ambas pela fase de grupos da Taça Rio. Ao todo, o Flamengo fez seis gols e tomou sete dos grandes rivais. Love, ainda no clube; Ronaldinho Gaúcho e Kleberson, já fora, foram os artilheiros, com dois gols cada.

Metade dos clássicos foram contra o Vasco, adversário deste Domingo, 18h30, no Engenhão. As duas vitórias vascaínas foram mais decisivas. A primeira, marcada pelo incrível gol perdido por Deivid, eliminou o Fla da Taça Guanabara. A segunda, 3 a 2 em noite inspirada de Felipe, marcou a eliminação do time dirigido por Joel Santana do Carioca, obrigando o Fla a tirar férias forçadas de quase 30 dias.

Contra o Botafogo, adversário daqui a oito dias, o Fla ficou em um empate sem gols pelo Campeonato Carioca, na única vez que as equipes se enfrentaram até o momento em 2012.


OS CLÁSSICOS DO ANO | Só duas vitórias em seis jogos
5/2
22/2
11/3
7/4
22/4
8/7
Taça Guanabara Taça Guanabara Taça Rio Taça Rio Taça Rio Camp. Brasileiro
Flamengo
0x0
Botafogo
Vasco
2x1
Flamengo
Flamengo
2x0
Fluminense
Vasco
1x2
Flamengo
Flamengo
2x3
Vasco
Fluminense
1x0
Flamengo