thumbnail Olá,

Destaque do Corinthians, volante espera aproveitar nova oportunidade para se firmar de vez com a amarelinha

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

Convocado para o amistoso da Seleção Brasileira contra a Suécia, no próximo dia 15 de agosto, em Estocolmo, Paulinho comemora a nova chance que ganhou do técnico Mano Menezes. Titular absoluto do Corinthians, o volante já havia sido convocado para os jogos contra a Argentina no Superclássico das Américas.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira no estádio St. James Park, em Newcastle, Mano jusitificou a convocação do jogador que chegou ao Corinthians como um desconhecido, mas hoje vem sendo um dos grandes diferenciais da equipe comandada por Tite. Válvula de escape do Timão, o camisa 8 é aquele jogador diferenciado que chega como elemento surpresa ao ataque.

"A volta de Paulinho é justa na medida em que já havíamos levado ele para os dois Superclássicos, contra a Argentina. Ele continuou se destacando com toda a equipe que conquistou o título da Libertadroes. Temos preferência na montagem do meio de campo com um volante de contenção e outro com a característica dele. O Paulinho volta para a Seleção para fazer conosco o que vem fazendo no Corinthians"

REVIRAVOLTA NA CARREIRA

Formado nas categorias de base da Portuguesa, Paulinho passou por momentos difíceis antes de chegar ao Corinthians. Aos 17 anos, o jogador deixou o Pão de Açucar e foi tentar o sucesso na Europa. Contudo, as passagens pelo Vilnius, da Lituânia, e o Lodz, da Polônia, não foram da maneira que ele imaginava.

Vítima de preconceito, Paulinho resolveu voltar ao Brasil para atuar na quarta divisão do futebol paulista pelo Audax (ex-Pão de Açúcar). Em seguida, se transferiu para o Bragantino. Por lá, o volante se destacou no Paulistão de 2010 e chegou ao Timão.

Sua estreia no time alvinegro foi justamente quando o Flamengo eliminou o Corinthians da Libertadores no ano do centenário.

- Quando eu cheguei, fiz a estreia contra o Flamengo. Entrei no jogo, mas sabia que era um desafio grande. Pela situação do jogo, Libertadores... Se eu fosse mal, sabia que seria difícil dar a volta por cima. Fizemos um bom jogo, mas não deu. Eu sai de lá sabendo que eu teria de dar a volta por cima - declarou em entrevista à TV Bandeirantes.

PACIÊNCIA ATÉ CHEGAR AO TIME TITULAR

Com Elias e Jucilei no elenco, Paulinho precisou esperar para ter a oportunidade de ser titular. Mesmo assim, o volante foi utilizado na maioria das partidas pelo técnico Mano Menezes e mais tarde por Tite. Ao todo, ele disputou de 27 partidas do Campeonato Brasileiro.

Após as saídas de Jucilei e Elias, Paulinho conseguiu se firmar e passou a chamar a atenção do mercado europeu. Ao lado de Ralf, o camisa 8 forma a melhor dupla de volantes do futebol brasileiro.

- Tudo aconteceu muito rápido. Bragantino, Corinthians e depois Seleção Brasileira. Consegui dar um salto muito grande, mas é apenas mais um salto que dei na minha vida. Ainda tenho muito o que alcançar - afirmou Paulinho.

PEÇA-CHAVE DO TIMÃO

Atualmente, Paulinho é o jogador mais importante no esquema tático montado pelo técnico Tite. As chegadas do volante ao campo de ataque tem sido determinantes para a equipe conseguir a vitória em diversas partidas.

Neste ano, Paulinho já anotou sete gols (três no Campeonato Paulista, três na Libertadores e um no Brasileirão) em 36 jogos. Desde o retorno do técnico Tite ao Corinthians, em outubro de 2010, o volante já balançou as redes adversárias 18 vezes.

ESTATÍSTICAS EM JOGOS OFICIAIS COM A CAMISA DO CORINTHIANS

PAULINHO
ANO JOGOS
TITULAR RESERVA UTILIZADO MINUTOS
GOLS
 2010 28 13 15 1388 4
 2011 56 53 3 4726 11
 2012 36 35 1 3143 7
 TOTAL
120 101 19 9257 22

Relacionados