thumbnail Olá,

Goal.com enumera algumas das maiores frustrações desta Euro, realizada na Polônia e Ucrânia. Holanda comanda a lista!

De olho nesta emocionante Eurocopa de 2012, disputada na Polônia e Ucrânia, o Goal.com não se limita aos momentos de brilhantismo da competição, mas também elabora uma lista de tudo aquilo que decepcionou, até o momento, ao longo da maior disputa continental entre seleções de seus países.

6 - PORTUGAL

Para começar, a Seleção que está mais fresca na memória. Portugal apresentou um grande futebol e Cristiano Ronaldo, como disse Maradona, finalmente "estreou com a camisa portuguesa". Os lusos chegaram à semifinal da Eurocopa e fizeram uma grande partida diante da Espanha, em especial durante o primeiro tempo, chegando a ser superiores no tempo normal.

Com a persistência do empate de 0 a 0, porém, o jogo foi para a prorrogação, na qual os espanhóis imprimiram o seu habitual ritmo e começaram a se destacar. A continuação da igualdade levou a decisão aos pênaltis e, consequentemente, à derrota.

Portugal acabou fazendo uma grande Eurocopa, mas, por conta das altas expectativas criadas nesta equipe, ficou a frustração e o pensamento "poder ter ido mais longe".

5 - SAMIR NASRI

O craque do Manchester City foi reserva durante esta Eurocopa e acabou eliminado nas quartas-de-final pela Espanha, por 2 a 0.

Após a eliminação, um jornalista tentou entrevistá-lo e acabou "homenageado" pelo apoiador, que proferiu xingamentos ao mesmo.

Nasri, pelo Twitter, chegou a se desculpar com os torcedores franceses, "em especial as crianças", caso sua "linguagem tenha os chocado". Com o repórter não houve nenhum pedido de desculpas e o jogador prometeu explicar a situação posteriormente.


4 - UCRÂNIA E POLÔNIA

Depois de estrear com um vitória em cima da Suécia, os anfitriões perderam para a França e Inglaterra, dando adeus à Euro de 2012.

No Grupo D, já era esperada a classificação dos ingleses e franceses, mas ficou a frustração dos donos da casa por dar adeus mais cedo à competição. A torcida tinha boas expectativas e só pode ver 3 jogos de sua Seleção.



O caso da Polônia foi parecido com o da Ucrânia, mas ainda pior. Sediando a Euro, em um grupo teoricamente mais fácil - com Grécia, Rússia e República Tcheca - os poloneses conseguiram dois empates por 1 a 1 com os dois primeiros países citados e, na última rodada, dependendo de uma vitória para garantir a classificação, foram derrotados pelos tchecos diante de sua torcida, a qual também tinha grandes expectativas - assim como os ucranianos.

Grande parte do entusiasmo polonês era por conta de ser a 1ª participação do país em uma Eurocopa. Somando, o time ainda contava com jogadores de expressão, que eram destaques em seus clubes. Lewandowski, Blaszczykowski e Piszczek, por exemplo, foram campeões da Bundesliga com o Borussia Dortmund. O goleiro Szczesny era titular do gigante Arsenal.

3 - ALEMANHA

Na quinta-feira, os alemães não conseguiram quebrar a escrita de "freguesia" para a Itália. Somando Eurocopas e Copas do Mundo, eram 4 vitórias italianas e 3 empates. Agora, são 5 triunfos da Azzurra, depois que Balotelli converteu 2 gols e lançou seu país à final contra a Espanha, decretando o 2 a 1 no placar.

A derrota mais sofrida dos alemães foi em 2006. Na ocasião, o time treinado por Joachim Low, também na semifinal, caiu para a Itália na Copa do Mundo que era sediada na própria Alemanha. A Azzurra acabou sagrando-se campeã.

Nesta Euro, porém, a expectativa era outra. A Alemanha era considerada favorita ao título em grande parte das enquetes realizadas nos sites esportivos, estando à frente em muitos deles, inclusive, da Espanha, atual campeã continental e mundial.

2 - INGLATERRA

Bem mais decepcionante que a queda dos anfitriões na 1ª fase foi a Inglaterra. A cheia de expectativas Seleção Inglesa, que - como disse Wayne Rooney - era "difícil de ser quebrada defensivamente e tinha jogadores capazes de fazer gols", caiu nas quartas-de-final da Eurocopa ao perder para a Itália nas cobranças de penalidades.

O English Team sempre chega como favorito, com uma equipe cheia de "craques" (Rooney, Gerrard, Terry, Ashley Cole, etc)  - destaques em seus clubes - e os mesmos não mostram o desempenho correspondente ao exibido ao longo da temporada em seus times. Desde 1996 a Inglaterra não passa das quartas-de-final da Euro.

1 - HOLANDA

Mais frustrante que a Inglaterra, só mesmo a Holanda, que teve um desempenho para lá de ridículo e embaraçoso.

É verdade que o Grupo B, onde acabou caindo, era muito complicado, contando com as presenças de Dinamarca, Alemanha e Portugal. Mas a vice-campeã da Copa do Mundo sair da Eurocopa sem conquistar um ponto sequer é patético.

No final, foram admitidos problemas internos de vestiário, com direito a discussão entre os jogadores, e Bert Van Marwijk, que estava no comando da equipe desde 2008, acabou sendo demitido.

Relacionados