thumbnail Olá,

Camaronês espera que time reedite atuações da última temporada

O atacante camaronês Samuel Eto'o, da Inter de Milão, apela ao espírito que sua equipe demonstrou na semifinal da última Liga dos Campeões contra o Barcelona para vencer neste sábado o Mazembe na final do Mundial de Clubes.

Em entrevista publicada neste sábado pelo diário esportivo italiano "La Gazzetta dello Sport", Eto'o explica que o técnico da Inter, Rafa Benítez, lhe pediu que faça a diferença na decisão contra o time da República Democrática do Congo.

- Temos que tentar voltar atrás alguns meses e fazer de conta que estamos diante do Barcelona - comentou o jogador, aludindo ao espírito de equipe mostrado quando a Inter, que venceu o Barça por 3 a 1, era então treinada pelo português José Mourinho, hoje no comando do Real Madrid.

De acordo com o atacante, a equipe italiana não enfrentará apenas 11 jogadores, mas um continente inteiro.

- Eles também jogam futebol e querem ganhar como nós. Também para eles é uma final e talvez não ocorra nunca mais. É mais, para eles é a primeira final de um Mundial de Clubes e jogam para um continente inteiro, e com o apoio de um continente inteiro, porque entre africanos é assim que funciona - declarou Eto'o.

Inter de Milão e Mazembe se enfrentam neste sábado às 15h (de Brasília), no Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, na final do Mundial de Clubes.

Relacionados