thumbnail Olá,

Jogador recebeu últimas homenagens no Chuy, sua cidade natal

Cerca de 300 pessoas participaram do sepultamento do jogador Cláudio Millar na manhã deste sábado no Cemitério Municipal do Chuy, cidade uruguaia que faz fronteira com o Brasil.

O corpo do jogador do Brasil-RS foi velado durante algumas horas no Estádio Bento Freitas, nesta sexta-feira, em Pelotas, e em seguida na sua cidade natal.

Cláudio Millar, de 34 anos, era o maior ídolo recente da história do time pelotense. Ele tinha 110 gols em 208 jogos pelo clube. Casado, ele deixa a esposa Caroline e o filho Agustín, de 3 anos.

O presidente do Brasil , Hélder Lopes, não participou do sepultamento. O dirigente permaneceu em Pelotas, ainda abalado com o acidente que vitimou três profissionais do clube num acidente, no fim da noite desta quinta-feira, quando o ônibus que transportava a delegação capotou na BR 392, em Canguçu .

O zagueiro Régis e o preparador de goleiros Giovani Guimarães, que também faleceram no acidente, foram sepultados nesta sexta-feira em Pelotas.