Árbitro reage sacando arma em jogo de futebol amador

Gabriel Murta, que é policial militar, teria sido agredido por um jogador

Em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, um jogo de futebol amador terminou em confusão neste fim de semana. O árbitro da partida entre Amantes da Bola e Brumadinho, Gabriel Murta, foi agredido por um jogador, foi ao vestiário e voltou com uma arma para o gramado.

O confronto era válido pela Liga de Futebol Amador da região. Segundo o presidente da liga, Valdenir de Castro, os reservas e o técnico do Amantes da Bola invadiram o campo para cobrar a expulsão de um adversário, depois de uma jogada considerada violenta. Alguém teria, então, agredido o juiz com um tapa e um chute.

Murta, que é policial militar, foi até o vestiário e pegou sua arma. Com medo, o agressor fugiu e, como não havia policiamento na partida, ninguém foi preso. Segundo o chefe da comissão de arbitragem da FMF, Giuliano Bozzano, o árbitro alegou agressões, sentiu-se ameaçado e buscou a arma para se defender. Ele pode ser afastado, após conversa com uma psicóloga da federação.