thumbnail Olá,

Jackson Vasconcelos afirmou que o "belo e inteligente" acordo do tricolor incomodou os flamenguistas

O diretor executivo geral do Fluminense, Jackson Vasconcelos, criticou o acordo do Flamengo com o Consórcio Maracanã. Através de sua página no Facebook, o dirigente enumerou motivos para que o contrato do Flamengo fosse contestado.

“Não resta dúvida, portanto, que o Fluminense fez um belo e inteligente acordo e incomodou muito o Flamengo quando chegou no Maracanã antes. Agora, meus caros, o Maracanã é do Fluminense por 35 anos e que venha o Flamengo como visitante”, escreveu.

Confira a declaração de Jackson Vasconcellos:

Tem gente a bater no Fluminense e a elogiar o Flamengo por causa do acordo firmado com os concessionários do Maracanã. Se houver honestidade no debate, vale responder às perguntas:

1) por que o Flamengo reagiu à decisão do Fluminense de assinar o acordo? E, reagiu forte, com os flamenguistas em atitude de agressão ao acordo que fez o Fluminense. Na verdade, os flamenguistas passaram recibo, em resposta ao excelente acordo que fez o Fluminense que chegou primeiro no Maracanã.

2) Por que diabos o Flamengo não divulgou o acordo na íntegra? Não falam todo dia em transparência? Quem tem sido mais transparente? O Fluminense ou o Flamengo, que não divulgou a íntegra do acordo, para esconder os custos da operação. Terão participação no todo, receita e despesas, o que desequilibra o acordo deles em favor do Fluminense.

3) O pré-acordo do Flamengo é por seis meses. Para testar? Claro que não. Mas, para esconder o acordo que fizeram com o estádio Mané Garrincha em Brasília. Uma bobagem sem igual. Provavelmente o acordo com Brasília inviabiliza o acordo por mais tempo com os concessionários do Maracanã.

4) Passados os seis meses, o que fará o Flamengo? Jogará em que estádios? Estará mais fortalecido na relação com os concessionários do Maracanã? Evidente que não.

E é fácil você verificar o fato pela leitura dos jornais de antes, quando a imprensa, mesmo a Flamenguista, bateu na diretoria do Flamengo pela decisão de jogar fora do Rio.

5) Por quantos anos o Fluminense e o Flamengo jogaram no Maracanã antes da privatização? Menos de 35 ou mais de 35? E como era a relação dos dois clubes com a SUDERJ? Mais vantajosa ou menos?

6) Que alternativa tinha o Fluminense ou tem o Flamengo como estádio para jogar nos próximos anos? Engenhão? São Januário? Estádio próprio? Qual o custo de cada decisão dessa pelos próximos 35 anos?

7) Garantir o Maracanã como estádio para os jogos de mando por 35 anos é um mal negócio, considerada a marca, o respeito e a qualidade do estádio?

Relacionados