thumbnail Olá,

Zagueiro pede atuação 'quase perfeita' para que o Brasil possa vencer a Rússia no amistoso dessa segunda-feira

Uma vitória sobre a Rússia nesta segunda-feira, em Londres, é parte crucial para que a Seleção brasileira ganhe confiança no início da nova era Luiz Felipe Scolari, após tropeços diante de Inglaterra e Itália. Na visão do zagueiro David Luiz, a equipe precisa dar uma resposta muito positiva diante de um adversário qualificado.

Para o defensor, ainda, o Brasil não deve se preocupar com o ranking da Fifa (recentemente, a equipe atingiu as piores colocações de sua história), e sim com o que consegue produzir em termos de resultados.

"Esperamos um jogo muito difícil, o adversário é forte e está descansado. Eles têm grandes jogadores, e o Brasil vai precisar fazer uma partida quase perfeita para vencer", iniciou David.

"Vestir a camisa da Seleção é sempre especial para mim, e amanhã [hoje] não será diferente, ainda mais que estarei jogando em casa. Mas não quero tirar o foco sobre o jogo de amanhã, que é tudo o que penso."

"Sem precisar buscar a classificação para a Copa, fica difícil conseguir pontos no ranking [da Fifa]. Mas isso não importa muito. Todos estão sempre cobrando o Brasil, pois sempre conseguimos ótimos resultados e vencer competições importantes, então esse tipo de coisa é natural."

"Brasil é Brasil, de nada adianta ficar falando sobre ranking. Quem se importa? O que nós precisamos é vencer e conquistar títulos."

A partida também marca o retorno de Felipão a Stamford Bridge pela primeira vez em quatro anos, desde que foi demitido após uma apagada passagem pelo Chelsea, na temporada 2008-09. David Luiz não acredita que o saldo negativo da experiência possa ter um impacto negativo para o treinador.

"Scolari é um excelente profissional, e assim o foi nos clubes e seleções que treinou. Tenho certeza que ele está feliz de voltar [ao estádio do Chelsea], independente do que aconteceu aqui. Ele traz boas lembranças, foi feliz aqui."

"Acho que tudo o que ele quer hoje é colocar a cereja em cima do bolo, e vencer amanhã no estádio de seu ex-clube", concluiu.

Relacionados