thumbnail Olá,

Seleções foram punidas por cantos racistas e anti-semitas e não terão presença de público nos seus próximos jogos pelas eliminatórias da Copa do Mundo

A FIFA confirmou que o apelo feito pelas federações de futebol da Hungria e da Bulgária foi rejeitado e ambas as seleções irão jogar com portões fechados.

Os países foram punidos em janeiro depois de incidentes envolvendo as suas torcidas, mas as federações tinham esperanças de que a FIFA repensasse a decisão e aceitasse o pedido de revisão da pena.

A Hungria foi punida por cantos anti-semitas ouvidos nas arquibancadas durante a partida contra Israel pelas eliminatórias da Copa do mundo, em agosto, enquanto os torcedores búlgaros tiveram gritos racistas direcionados a Patrick Mtiliga, da Dinamarca, em outubro.

A Hungria irá agora enfrentar a Romênia, em março, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, sem direito a torcida no estádio, no mesmo dia em que a Bulgará duela com Malta em um estádio igualmente vazio.

As duas seleções foram multadas e receberam avisos de que, caso o incidente se repita ou qualquer coisa de natureza semelhante, os países podem perder pontos e serem até mesmo desclassificados das competições.

Relacionados