thumbnail Olá,

Apesar da fase ruim nas Eliminatórias, Oscar Tabárez também deu indícios de que seguirá apostando nos medalhões da equipe

POR FERNANDO H. AHUVIA - DIRETO DE SÃO PAULO

O técnico do Uruguai, Oscar Tabárez, elogiou em coletiva concedida nesta sexta-feira, no Anhembi, em São Paulo, a qualidade dos adversários que irão participar da Copa das Confederações de 2013.

- Ganhamos o direito de disputar competições importantes, como a Copa das Confederações. Teremos a oportunidade de jogar contra a Espanha, que vive uma fase histórica, contra esse México fortalecido, contra a tradição defensiva da Itália, que tem no Prandelli um treinador ofensivo e moderno, contra o Japão que mostra um bom jogo, e o Taiti, por quem temos muito respeito O torneio terá um nível muito alto e vamos ver o que vai acontecer – declarou.

Apesar do momento difícil vivido nos últimos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, Tabárez disse confiar no grupo que disputará a competição no próximo ano e deu indícios de que seguirá apostando nos medalhões da equipe, como Forlán.

- Concluímos que o problema é o futebol, e não atitudes e problemas de relacionamento. Um dos grandes objetivos nesses sete anos de trabalho na seleção uruguaia é justamente formar uma equipe que possa ter um conjunto estável, que tenha uma memória coletiva. Todos esses jogadores participaram desse processo. É claro que a fase deles nos clubes é importante, mas eles continuam tendo minha confiança – afirmou.

          

Relacionados