thumbnail Olá,

Robbie Rogers se tornou o primeiro jogador a se declarar abertamente homossexual

O jogador americano Robbie Rogers, que integrou a seleção dos Estados Unidos até 2011 e contabiliza passagens por alguns clubes europeus e times integrantes da Major League Soccer (MLS), assumiu, nesta sexta-feira, sua homossexualidade durante seu anúncio de aposentadoria. Rogers tem 25 anos.

O atacante tinha rescindido seu contrato com o Leeds há um mês, logo após seu empréstimo ao Stevanage. No início da semana, Rogers revelou através de seu Twitter que havia se tornado colaborador de uma revista e, agora, confirmou seu adeus ao futebol profissional.

"Durante 25 anos tive medo que os julgamentos e a rejeição me afastassem dos meus sonhos e ambições. Medo que as pessoas que eu amo se afastassem quando soubessem o meu segredo. A vida só é completa quando quem a gente ama nos conhecem, quando sabem nossos verdadeiros sentimentos. A vida é simples quando o segredo desaparece. A dor no estômado foi embora, a dor de esconder um segredo tão profundo. Os segredos podem causar muitos danos internos", escreveu o jogador em seu blog pessoal.

"O futebol sempre foi a minha escapatória, o meu propósito, a minha identidade. O futebol escondeu meu segredo e me deu mais alegria do que eu imaginava. Sempre estarei agradecido pela minha carreira", complementou.

Rogers chegou a jogar na Holanda por um ano, pelo Heerenveen, aos 19 anos. Após o período, retornou ao seu país de origem para representar o Columbus Crew. Em 2012, o jogador atuou novamente na Europa, pelo Leeds. Pela seleção americana, Rogers participou das Olimpíadas de 2008.

Relacionados