thumbnail Olá,

As autoridades chinesas fizeram a investigação por três anos. 33 pessoas foram banidas do futebol

O Shanghai Shenhua foi deposto de seu título de campeão chinês de 2003 pela Associação Chinesa de Futebol (CFA) após ter se declarado culpado das acusações de manipulação de resultados.

O time, que recentemente perdeu jogadores como Didier Drogba e Nicolas Anelka, também recebeu uma multa de € 120.000 e um desconto de seis pontos em suas próximas temporadas na Chinese Super League (CSL).

O Tianjin Teda, outro time chinês, recebeu a mesma punição após uma investigação de três anos realizada pela comissão disciplinar da CFA. Dez outros clubes também foram punidos por envolvimento no esquema.

A Associação Chinesa de Futebol também emitiu o banimento do futebol para 33 pessoas, incluindo os jogadores que fizeram carreira fora do país, como Shen Si, Qi Hong, Jiang Jin e Li Ming. Nan Yong e Xie Yalong, que faziam parte da CFA, também foram banidos. A lista ainda conta com o árbitro Lu Jun, que atuou na Copa do Mundo de 2002 e na Copa das Confederações de 2001.

"Essas violações de normas da CFA incluem manipulação de resultados, subornos e jogos de azar", declarou um porta-voz da comissão disciplinar da Associação. Ele atribuiu os crimes a uma "falta de critérios legais, sistema de futebol imperfeito e supervisão negligente da gestão anterior". Algumas violações foram realizadas há mais de 10 anos.

Relacionados