thumbnail Olá,

Em entrevista à Fifa, o jogador afirmou que finalmente se consagrou como ídolo argentino após os gols contra o Brasil

Lionel Messi terminou o ano de 2012 com a impressionante marca de 91 gols. Mas, para o argentino, três deles tiveram um gosto mais especial: os marcados pela seleção argentina contra o Brasil, durante o amistoso realizado nos Estados Unidos, em junho. A partida terminou 4 a 3 para a Argentina.

“Todos são especiais, não é mesmo? Mas, pela maneira como saíram e contra o adversário que foi, embora se tratasse de um amistoso, foram mais do que especiais. Mas o importante é fazer gol, contra o Brasil ou quem quer que seja”, disse o jogador que pôde, finalmente, se sentir como um ídolo na seleção argentina.

Apesar de ser dono de quatro prêmios Bola de Ouro e receber constantes elogios por suas atuações no Barcelona, o craque argentino sempre recebeu críticas quando o assunto era seu rendimento na seleção nacional. Para mudar a situação, Messi afirma que foi preciso alterar o comportamento da equipe como um todo.

“Mudou a seleção em si. Para que as coisas saiam bem, depende de todos, não de um único jogador. E não é que as coisas não estavam dando certo apenas para mim, a seleção é que não estava bem como um todo, por n motivos. Mas, a partir do momento em que começamos a ganhar, os resultados mudaram e tudo ficou mais fácil. Os torcedores estão do nosso lado, a imprensa já não é tão crítica e aí é possível trabalhar de outra maneira, com tranquilidade. Além disso, os adversários começam a respeitá-lo mais pelo que você vem fazendo”, analisou.

Relacionados