thumbnail Olá,

Aproximando-se da estreia do Brasil nas Olimpíadas, o Goal.com destrincha o time da Grã-Bretanha, que não era formado desde os anos 70 e será adversário dos brasileiros em amistoso

A Seleção Brasileira está em Londres para buscar o inédito ouro olímpico e, como parte da preparação, fará um amistoso contra o time da Grã-Bretanha, na sexta-feira, às 15:45 (horário de Brasília).

Por esse motivo, o Goal.com destrincha para você, leitor, todos os detalhes do 1º adversário da equipe brasileira: o time da Grã-Bretanha.

  MOTIVAÇÃO

Resgatado neste ano de 2012, um time britânico de futebol nos Jogos Olímpicos não era formado desde os anos 70.

Como motivação, houve duas ideias básicas e até mesmo muito lógicas. A primeira é a popularidade do esporte no Reino Unido; e a segunda é a maior chance de a equipe conseguir uma medalha na competição, ao ter mais atletas à disposição.

A medida de juntar diferentes nações para formar uma única equipe parece ter recebido uma resposta positiva do público, pelo que demonstram os principais veículos de comunicação.

Por outro lado, a opção do treinador Stuart Pearce em ter deixado David Beckham de fora do grupo de 3 jogadores acima dos 23 anos de idade não foi muito popular. O camandante preferiu convocar Ryan Giggs, Craig Bellamy e Micah Richards para integrar a Seleção, desagradando ao astro do Los Angeles Galaxy e à boa parte da torcida inglesa.

Luis Fabiano - São Paulo x Vasco
  PONTOS FORTES E FRACOS

Se não tem Beckham, o time britânico terá Ryan Giggs, o qual também é ídolo no Manchester United - além de ser o jogador mais vezes campeão na Inglaterra. A experiência do veterano galês poderá ser determinante.

Outros possíveis pontos fortes são Steven Caulker, Micah Richards e Craig Bellamy, que fizeram boas temporadas na Premier League e, assim, chegaram à convocação para os Jogos. Daniel Sturridge, do Chelsea, se conseguir recuperar a forma física, também poderá integrar esse grupo de candidatos ao protagonismo na campanha da Grã-Bretanha.

Por outro lado, o treinador Stuart Pearce, que deixou Beckham de fora, é considerado um ponto fraco e está longe de ser uma unanimidade. Ele chegou a levar os ingleses à uma final de Campeonato Europue Sub-21 em 2009, mas, na final, foi goleado por 4 a 0 para a Alemanha.

No amistoso contra o Brasil, preparatório para os Jogos, e na última rodada da fase de grupos da competição olímpica, diante do Uruguai, a capacidade tática do comandante estará à prova.

Luis Fabiano - São Paulo x Vasco
  POSSÍVEIS SURPRESAS

Além de Giggs e cia., o time da Grã-Bretanha tem outros candidatos a brilhar nos Jogos, que correm por fora nessa "briga" pelo estrelato.

Joe Allen, que fez uma grande temporada pelo Swansea City, e Jack Butland, a primeira opção de Stuart Pearce para ficar debaixo das traves e proteger a meta, são grandes promessas.

Outro que não pode deixar de ser mencionado é Aaron Ramsey, meio-campista do Arsenal, que fez uma temporada muito irregular no Campeonato Inglês, mas é um jovem com potencial. Será interessante avaliar seu desempenho nas Olimpíadas.

Luis Fabiano - São Paulo x Vasco
  ESCOLHAS ACERTADAS?

Chamando Ryan Giggs, Pearce atendeu a diferentes frentes. Convocou um atleta de técnica apurada; do País de Gales, deixando de lado a soberania inglesa; e que tem forte aprovação na Inglaterra, por conta de sua notável carreira. O craque dos Red Devils deverá formar o meio-campo com Joe Allen, Aaron Ramsey e Cleverley.

Outro que foi lembrado com méritos é Craig Bellamy. O jogador é mais um a representar o seu país no time britânico e fez uma boa temporada no Liverpool, além de poder jogar centralizado ou pelos flancos. Ele foi brilhantemente contratado por Kenny Dalglish.

Já Micah Richards, como lateral-direito, poderia ter cedido lugar para alguém com idade inferior a 23 anos. Martin Kelly, por exemplo, o qual tem idade olímpica e esteve na Eurocopa, sequer apareceu na lista. Nathaniel Clyne, que fez boa temporada pelo Crystal Palace e está despertando interesse de muitos clubes da Premier League, também não foi selecionado por Pearce.

Outro fato que chama a atenção é a ausência de irlandeses e escoceses na time. Steven Fletcher poderia ter sido lembrado para representar a Escócia, mas sua não-convocação, assim como a de Beckham, vai de encontro às boas opções de Pearce na zona central. Principalmente ao incluir Giggs.

Uma ideia interessante seria incluir Rio Ferdinand no grupo de atletas com mais de 23 anos. Seria uma forma de consolar o jogador pela ausência na Euro, e dar qualidade e experiência a um setor mais frágil do English Team.

Luis Fabiano - São Paulo x Vasco

  FAVORITA?

A imprensa inglesa é otimista em relação ao time formado por jogadores britânicos e crê na possibilidade de conquistar um lugar no pódio, mas não vê a Seleção como grande favorita. O Brasil, ao lado de Espanha e Uruguai, é colocado como um dos favoritos ao título da competição.

Sexta-feira a bola rola entre Grã-Bretanha e Brasil, e parte das dúvidas sobre o favoritismo canarinho e a força de uma equipe que mescla ingleses e galeses será esclarecida.


Luis Fabiano - São Paulo x Vasco

Relacionados