thumbnail Olá,

O meia, que perdeu lugar para Jorge Henrique na decisão, diz que não se importou com o banco

Titular na semifinal contra o Al Ahly, Douglas surpreendeu ao permanecer no banco durante toda a partida contra o Chelsea. Apesar de um pouco decepcionado, o meia, que foi substituído por Jorge Henrique, afirma que a alegria de ter conquistado o Mundial de Clubes está acima de qualquer coisa.

"A gente entende tudo, o mais importante é o título ter vindo para a gente. Fico feliz pelo Jorge, fez a função muito bem. A tristeza (por não ter atuado) fica de lado", declarou.

Demonstrando um grande espírito de equipe, Douglas detalhou a decisão de Tite. "De fora, fica tudo diferente. Ele deixou tudo claro, conversou numa boa. Foi tudo tranquilo, o importante é que o título veio para nós. Não fui egoísta, não pensei só em mim, mas no grupo, nos torcedores. Tite achou interessante mudar, eu fiquei tranquilo. Foi uma conversa bem rápida. O importante é que deu certo, o título veio, foi uma coisa incrível", comemorou.

O meia, primeiro a abraçar Guerrero após o gol da vitória, também falou sobre o momento de pura confiança no companheiro de time. "Já estava esperando. Eu já fiquei posicionado para pular a placa. Antes dele cabecear, eu já estava pulando. Tinha certeza, não tinha como ele errar".

Relacionados