thumbnail Olá,

Atacante afirmou ter gratidão eterna e imenso carinho pelo povo japonês

Emerson Sheik aproveitou a entrevista coletiva da FIFA nesta sexta para declarar seu amor ao Japão. O atacante, que brilhou no Catar, Flamengo, Fluminense e, agora, Corinthians, conquistando títulos por onde passou, defendeu os nipônicos Consodale Sapporo, Kawasaki Frontale e Urawa Red entre 2000 e 2006.

De volta ao país para disputar o Mundial de Clubes, Emerson disse ter um carinho imenso pelo povo japonês.

"Aqui cresci muito. Sempre fui muito determinado dentro da minha profissão, busquei o melhor para mim. O povo japonês me ensinou muito mais do que eu imaginava e eu cresci muito. Toda minha educação tive com o povo japonês. Muito mais que minha passagem enquanto atleta, o que eu aprendi aqui foi em nível de educação e respeito. Respeitar o próximo: os japoneses são professores nisso," disse.

O atacante falou também sobre a confusão com o lateral Léo, do Santos, que 'cutucou' os corintianos ao firmar que os mesmos estavam acostumados com rodoviária, não com aeroportos.

"Eu vi por alto e honestamente nosso foco é tão grande na competição que passou longe," afirmou, desconsiderando o fato de que ele respondeu a provocação de forma ríspida no Twitter.

Emerson disse ainda estar muito confiante nas chances do Timão de faturar seu segundo Mundial.

"Acho que chegamos fortes por toda a preparação que foi feita. Eu acredito, sou otimista com tudo que faço e acredito que o Corinthians vem forte para disputar o título."

Relacionados