thumbnail Olá,

Atacante afirma que está se entrosando com companheiros de ataque, e garante foco no Mundial de Clubes

Às vésperas do Mundial de Clubes, Fernando Torres pediu aos torcedores do Chelsea mais tempo para que o time encontre sua forma novamente.

O atacante vem enfrentando críticas severas na Inglaterra desde sua transferência do Liverpool para os azuis de Londres. Muita expectativa foi depositada no jogador de 50 milhões de libras, porém, mesmo atuando na sua posição favorita, como único homem de referência no ataque, Torres não consegue repetir em azul as atuações que o transformaram em um dos mais temidos centroavantes na Europa com a camisa vermelha. O espanhol afirmou que espera melhora de si mesmo e de seus companheiros.

"Estou muito feliz como homem de referência, pois é o que eu fiz de melhor no passado e a posição onde gosto de atuar. Espero que continue assim até o fim da temporada. Ainda precisamos melhorar muitas coisas como equipe, mas temos os jogadores necessários para isso. Precisamos de mais tempo.

"Estamos muito bem defensivamente nesta temporada, mas temos muita qualidade no meio-campo e estes jogadores precisam ser a nossa chave. Precisamos jogar para eles e os atacantes precisam entender como eles gostam de jogar para marcar mais gols.

"É apenas uma questão de tempo, treinamento e de ter certeza de que estamos todos nos entendendo. Já jogo ao lado do Juan [Mata] há muitos anos na seleção e também na última temporada aqui no Chelsea. Mas Oscar e Eden [Hazard] acabaram de chegar e precisamos treinar mais juntos para melhorarmos," disse o atacante aos repórteres.

Torres esteve na equipe que venceu a Liga dos Campeões na temporada passada, mas não foi titular na histórica final em Munique. Mais caro jogador da história da Premier League, o espanhol não liga para a má fase e está determinado a levar mais títulos para Stamford Bridge nos quatro anos de contrato que ainda tem pela frente.

"Uma das principais razões para eu ter vindo para Chelsea é porque a equipe está sempre brigando por títulos. Eu precisava de conquistas porque é isso que se tem depois que se para de jogar. Na minha primeira temporada completa aqui, ganhamos a FA Cup e a Liga dos Campeões, o que mais eu poderia querer? Agora temos uma chance de alcançar também o Mundial de Clubes."

O Chelsea embarca para o Japão no próximo sábado e estreia na semifinal do Mundial na quarta-feira, contra o vencedor do confronto entre Monterrey, do México, e Ulsan Hyndai, da Coréia.

Relacionados