thumbnail Olá,

A 11 jogos do fim do Campeonato Brasileiro, o Corinthians ainda não quer pensar no Chelsea, da Inglaterra, com quem poderá fazer a final do Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão

A 11 jogos do fim do Campeonato Brasileiro, o Corinthians ainda não quer pensar no Chelsea, da Inglaterra, com quem poderá fazer a final do Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. Para o lateral-direito Alessandro, um dos líderes do elenco alvinegro, o momento é de se concentrar na competição nacional e deixar os ingleses por último na lista de prioridades.

"Nossa preocupação é diária com o rendimento. Temos um treinador que cobra muito. Estamos dando importância a coisas mínimas para ninguém se acomodar. As vitórias precisam ser um combustível para chegarmos mais motivados ainda em dezembro",afirmou.

Com o período de calmaria no Brasileirão, o Mundial de Clubes ganha cada vez mais força nas entrevistas coletivas no CT Joaquim Grava.

Alessandro, porém, garante que ainda não olha com atenção para os ingleses, favoritos a chegar à decisão. O jogador lembra que o Timão fará a semifinal contra o representante japonês, africano ou o Auckland City, da Nova Zelândia.

"Não tem motivo para pensar no Chelsea agora. Jogamos contra o Sport e agora temos Náutico, Flamengo e Portuguesa pela frente. Temos um jogo importante no dia 12 (de dezembro) e nem sabemos quem é o adversário. Não podemos colocar o Chelsea no foco agora. Nosso momento é de pensar no Brasileiro" ressaltou.

Sem chances de título e distante da zona do rebaixamento, o Corinthians tem apenas mais uma meta a cumprir para passar a pensar no Mundial. Nas contas da comissão técnica, a equipe precisa atingir 45 pontos para não correr mais nenhum risco de cair para a Série B. Assim, faltam apenas seis.

"Estamos pensando jogo a jogo. Precisamos somar pontos para chegar a essa zona de segurança o mais rápido possível".

Relacionados