thumbnail Olá,

Ex-técnico da seleção da Rússia revela ter pedido a naturalização do craque

O técnico Guus Hiddink, do Anzhi, elogiou bastante a contratação do atacante Vagner Love pelo CSKA Moscou, rival de sua equipe. Hiddink ainda revelou que, quando treinava a seleção russa (entre 2006 e 2010), chegou a verificar perante à federação de futebol local sobre a possibilidade do brasileiro se naturalizar.

Para o holandês, a chegada de Love torna o CSKA ainda mais favorito ao título. Atualmente o clube é líder do Campeonato Russo, com dois pontos a mais que o Anzhi.

"O Anzhi tem um desempenho melhor do que o esperado. Mas agora que Vagner se mudou para o CSKA, eles se tornaram ainda mais favoritos", declarou ao jornal Sport Express.

"Eu gostava de seu desempenho quando era o técnico da Rússia. Assisti a um monte de jogos com o Vagner no CSKA. Falei com as pessoas da federação: 'façam um passaporte russo para ele, eu preciso'. Vagner é um grande jogador e um atacante muito perigoso", disse.

Vagner Love fará sua terceira passagem pelo CSKA, clube onde conquistou dois títulos da liga russa e uma Copa da UEFA (atual Liga Europa). O brasileiro é considerado um dos melhores estrangeiros da história do Campeonato Russo (79 gols em 158 jogos) e seu novo contrato é válido por três temporadas e meia.

Relacionados